Executivo 9:33

STF derruba bloqueio de R$ 5 mi do Estado para pagar servidores de PBPrev e IASS

Liminar foi proferida uma semana após o STJ manter decisão do juiz Gutemberg Cardoso

Gilberto Carneiro diz que medida corrige erro criado com o PCCR

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), derrubou liminarmente a decisão que bloqueava R$ 5 milhões das rendas do Estado para o pagamento a servidores da Paraíba Previdência (PBPrev) e do Instituto de Assistência à Saúde do Servidor (IASS). A decisão proferida pelo juiz Gutemberg Cardoso previa ainda multa pessoal de R$ 300 mil por dia para os gestores dos dois órgãos. A decisão de Fux, na análise de uma Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), vale enquanto o mérito da ação não é julgado.

A decisão foi proferida uma semana depois da segunda turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ter decidido em prol dos servidores. O relator da matéria foi o ministro Og Fernandes. O colegiado também tinha aplicado multa contra o estado sob a acusação de reiteradas medidas procrastinatória. A multa contra o erário estadual foi de R$ 26,2 mil. Com a decisão de Fux, todas as decisões anteriores ficam sem efeito. Ele considerou ilegal o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) instituído por decreto em 2007, por Cássio Cunha Lima (PSDB).

“A decisão corta o problema pela raiz. Considera inconstitucional o decreto que implantou o PCCR com as progressões. Com isso, se suspende não apenas os bloqueios como também o próprio decreto que implantou as progressões”, ressaltou o procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro. A ação corria em paralelo com a movida pelos servidores contra o Estado. “Como a decisão foi proferida pelo Supremo Tribunal Federal, a instância máxima, fulmina as demais ações, inclusive a decisão do juiz Gutemberg Cardoso”, acrescentou.

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    João Memória Boa

    A Côrte de Haia que te espere, GC.

  2. Avatar for Suetoni
    Ricardo

    O colegiado irá interpretar diferente e em favor dos servidores.

  3. Avatar for Suetoni
    Rubens Figueiredo

    Enquanto isso, tem gente esperando precatórios há muito tempo. Alguns até já falecidos. Sem o cumprimento desses compromissos, sobra verbas para começar a organizar a próxima campanha.

  4. Avatar for Suetoni
    ALUIZIO HILARIO DE SOUZA

    O Ano que vem tem eleição para governador é só derrotar nas urnas o candidato do governador atual Sr. RICARDO COUTINHO, como já foi feito na prefeitura de João Pessoa, que vocês tão dando solução a esta situação de tortura contra os funcionários públicos da Paraíba.

  5. Avatar for Suetoni
    Jose

    SOBRA dinheiro, para pagar os “”eleitores””” CODIFICADOS……com altos valores.$$$$$$$$$$$$$$$$$

  6. Avatar for Suetoni
    JOSE

    Tiro meu chapéu para Gilberto Carneiro na manutenção de sua litigância de má fé, ele é o “cara” para conseguir procrastinar e descumprir decisões judiciais. Conseguiu enganar “por pouco tempo” até o ministro Luiz FUX alegando que o bloqueio de 5 milhoões era para pagar o PCCR que Cassio implantou em 2007, pois não é que o ministro FUX acreditou… O bloqueio dos 5 milhoões é para pagar o descumprimento da execução da atualização salarial do IPEP cuja a origem é de 2003 e foi descumprida por Ricardo Coutinho seis meses depois de implantado no contra cheque dos servidores. O ministro foi confudido pelo Gilberto Carneiro e anulou mais uma vez implantação do plano do IPEP… mesmo depois de ser provado no próprio STJ que o Procurador do Estado está enrolando os juízes, desembargadores e ministros para não pagar aos servidores do IPEP/PB_PREV.

  7. Avatar for Suetoni
    Maria de Fátima

    Ridículo um juiz .sozinho derruba a decisão de um colegiado !!! Esse Brasil não tem mais jeito….

  8. Avatar for Suetoni
    Maria Tenório

    Prefeitura de cabedelo não paga férias aos funcionários há mais de um ano.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *