Música Vídeos 7:55

McCartney anuncia lançamento do álbum que gravou sozinho em casa durante o isolamento

McCartney I é o disco que Paul McCartney lançou  em 1970, poucos dias antes de chegar às lojas o último LP dos Beatles (Let It Be).

É um álbum que gravou sozinho (com uma pequena ajuda de Linda).

O músico esperou 10 anos para fazer McCartney II, seu último trabalho antes da morte de John Lennon.

Como o I, o II também traz Paul sozinho no estúdio, tocando todos os instrumentos.

Ambos são artesanais, domésticos, imperfeitos, incompletos.

Mas agradam ao fã porque flagram o artista na intimidade, como se estivesse compondo novas canções.

Nesta quarta-feira (21), Paul McCartney anunciou para 11 de dezembro o lançamento de McCartney III, resultado do isolamento social no condado de Sussex, no interior da Inglaterra.

Paul (em foto de Mary McCartney) fez tudo em seu estúdio caseiro.

Compôs o repertório, cantou, tocou piano, guitarra, baixo, bateria e ainda atuou como produtor.

McCartney III fecha uma trilogia. O intervalo do segundo para o terceiro álbum foi de 40 anos.

O que será que ele nos reserva?