Música Vídeos 22:37

Há ousadia e beleza na Blackbird de Mônica Salmaso e Maria João

Numa conversa aqui em João Pessoa, perguntei a Mônica Salmaso se ela não tem vontade, às vezes, de ser anti-Mônica Salmaso.

Mônica ficou surpresa com a pergunta, e eu imediatamente achei que havia sido indelicado com ela.

Tentei traduzir de outra forma o meu questionamento: mostrando uma gravação de Arrigo Barnabé com Paulinho da Viola.

Um tão diferente do outro.

Era disso que eu falava: Mônica indo a praias que não são as que ela costuma frequentar.

Se não estou equivocado, foi isso o que ela fez ao receber a portuguesa Maria João no projeto “Ô de Casas”.

Ela própria se definiu como a “carola da melodia”, aquela que tem “a necessidade da segurança, de saber onde estou pisando”, enquanto Maria João, também segundo Mônica, “é a liberdade, o salto mortal sem rede, o risco com extrema alegria!”.

Uma tão diferente da outra!

As duas fizeram Blackbird, dos Beatles.

Ousaram. Releram. Recriaram. Reinventaram. Reconstruíram.

Injetaram outras belezas.

Um dia, mostrei uma gravação “estranha” de Nanã a Moacir Santos, e ele disse: “Nunca pensei que a minha música fosse tão longe”.

Talvez Paul McCartney, o autor de Blackbird, dissesse algo semelhante ao ouvir a Blackbird de Mônica Salmaso e Maria João.

MÔNICA E MARIA JOÃO

90 – Ô DE CASAS 🏘 🏠🏡Ela é a liberdade, o salto mortal sem rede, o risco com extrema alegria! Eu sou a “Carola da melodia”, a necessidade da segurança, de saber onde estou pisando. E, por isso, eu adoro tanto ouvi-la e fico em estado de encantamento em ver que, com ela, tudo é possível. Queria muito muito esse encontro e não sabia o que propor. Pensei em alguma das maravilhas que ela compôs com o Mário Laginha e que eu me fartei de escutar. Mas faltaria o Mário Laginha!!!! Em um cd mais recente dos dois, eles gravaram BLACKBIRD (John Lennon / Paul McCartney). Eu já disse a ela, nos nossos encontros em shows com o Guinga que ela é livre como um pássaro; e que pássaro não se prende. Então decidi propor essa música. Aqui estou eu voando com a Maria João, sem paraquedas, feliz da vida, brincando na chuva. Quem não conhece o trabalho dos portugueses Maria João e Mario Laginha, procure e ouça. É apaixonante demais. Já passei uma vida inteira ouvindo. É o limite máximo da beleza do encontro do improviso com da alegria da forma. É demais!!!João, minha amiga querida 🌺🌺 Obrigada por você voar. Obrigada por todo o encantamento que vc me faz ver. Muitos beijos pra você!!!!!🏠🏡🏠🏡 #fiqueemcasa@mariajoaomusic@_o_de_casas#_o_de_casasLink para o canal no YouTube com todos os vídeos do Ô DE CASASyoutube.com/c/monicasalmasooficial

Publicado por Mônica Salmaso em Sexta-feira, 17 de julho de 2020