Pleno Poder

João Paulo Medeiros

Operação da Polícia Federal investiga contas bancárias usadas para o tráfico, na Paraíba

Ação tem como alvo o tráfico de drogas e pediu sequestro de dinheiro em contas bancárias de empresas e pessoas físicas

Foto: Silas Batista
A Polícia Federal na Paraíba deflagrou hoje a Operação Relações Perigosas. Foram deferidos pelo Juízo da Vara de Entorpecentes de João Pessoa, 9 mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca e apreensão, além do boqueio de valores em cerca de 200 (duzentas) contas bancárias de pessoas físicas e de empresas.
Os mandados estão sendo cumpridos em João Pessoa e apenas um mandado de prisão preventiva foi direcionado para investigado domiciliado em Alhandra.
Durante o trabalho investigativo foi percebido que mesmo presos, homens estavam conseguindo ter atuação no tráfico de drogas, contando com apoio de terceiros fora do sistema prisional.

Foi possível verificar que uma gama de pessoas teve suas contas bancárias utilizadas para transitar valores relativos a atividades ilícitas, na maioria das vezes tráfico de drogas.

Como o dinheiro do crime transitou em contas de pessoas físicas e jurídicas, houve pedido de sequestro de valores de mais de 200 contas bancárias, não se sabendo no momento qual o valor total bloqueado na data de hoje.

NOME DA OPERAÇÃO

O nome da operação faz referência ao fato inusitado de uma autoridade paraibana se relacionar com uma das pessoas investigadas, sem que tivesse conhecimento de que tal pessoa tinha envolvimento amoroso e criminoso com o líder do grupo criminoso investigado. Será concedida entrevista coletiva na sede da Superintendência da Polícia Federal, às 11 horas.

Veja também  Ex-governador da Paraíba anuncia data para filiação ao PT