Pandemia 7:57

Mesmo com lote extra, Campina deixa de aplicar 2ª dose em 800 pessoas após relatos de perdas operacionais de CoronaVac

Mesmo com lote extra, Campina deixa de vacinar 800 pessoas após relatos de perdas operacionais de CoronaVac / Foto: SES

Pelo menos 800 pessoas não receberam a segunda dose da CoronaVac após relatos de perda operacional do imunizante. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a possibilidade é de que parte do problema tenha acontecido durante o transporte ou armazenamento da vacina.

Além disso, ainda segundo a SMS, o mais preocupante é que alguns frascos continham doses a menos do que indicavam. Por isso, as 1,5 mil enviadas para Parque do Povo na última terça (27), resultaram na aplicação de apenas 1.310. A perda, portanto, foi de 190 imunizantes apenas ontem e em um local.

O problema, no entanto, já havia sido alertado pelo Ministério da Saúde (MS) em um informe técnico. A estimativa, segundo o órgão, é de que exista uma perda operacional de vacinas em torno de 5%.

Sobre uma menor quantidade de doses do a indicada no frasco, o Instituto Butantan informou que vai revisar a bula do imunizante. Isso aconteceu após prefeituras de pelo menos 12 estados relatarem um rendimento inferior ao de 10 doses.

Esse, segundo o município, é o caso de Campina. Em alguns casos, os frascos continham apenas nove doses.

Para garantir a imunização das 800 pessoas que não tiveram o ciclo de imunização concluído, a SMS encaminhará ao Ministério da Saúde mais um pedido de compensação da Coronavac.

Portanto, as mais de 10 mil doses enviadas ao município em um lote extra, não resolveram a questão do atraso na vacinação. Mais uma vez, os idosos que seriam vacinados já passaram do intervalo de 28 dias entre a aplicação da primeira e da segunda dose do imunizante.

Por Iara Alves

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *