Opinião 12:36

Novo Auxílio Emergencial para famílias não compra metade de uma cesta básica em 12 capitais do país

Foto: Ascom

Os valores do novo Auxílio Emergencial, estabelecido pela Medida Provisória do presidente Jair Bolsonaro semana passada, são quase irrisórios. As parcelas deverão começar a ser pagas a partir do próximo mês e serão de R$ 150 para beneficiários solteiros, R$ 250 para núcleos familiares e R$ 375 para mães que sustentam sozinhas suas casas.

É muito pouco diante do momento de desespero vivido por milhões de brasileiros hoje, encurralados entre o medo da pandemia e miséria social.

Basta uma comparação com os valores da cesta básica brasileira atual, para verificar isso.

O benefício concedido para núcleos familiares, por exemplo, de R$ 250 mensais, não é suficiente para comprar, pelo menos, metade de uma cesta básica em 12 capitais brasileiras.

Nesses locais o custo da cesta varia de R$ 654,15 em São Paulo e R$ 507,31 em Belém – conforme o Dieese.

Foto: reprodução

Na Paraíba o benefício compraria pouco mais de 50% de uma cesta, considerando o valor de R$ 471,87 apontado pelo Dieese para João Pessoa.

O Governo diz que o benefício chegará a 45,6 milhões de pessoas, com um gasto de R$ 43 bilhões.

Os números parecem altos, mas ao serem fatiados nem de longe representam um alívio significativo para quem, nesse instante, não tem condições mínimas de sobrevivência.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *