Denúncia 16:00

‘Recidiva’ e ‘Desumanidade’: MPF denuncia 4 ex-prefeitos da Paraíba e aponta desvios de R$ 11,4 milhões

Foto: Ascom

Após perderem o foro privilegiado, com o fim dos mandatos, quatro ex-prefeitos da Paraíba foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Federal (MPF). As denúncias são resultado de investigações no âmbito das operações ‘Recidiva’ e ‘Desumanidade’, deflagradas no Sertão do Estado e que investigam fraudes em licitações, empresas fantasmas e desvios milionários.

São 6 denúncias apresentadas à Justiça Federal. Juntas, elas apontam indícios de desvios em recursos públicos no montante de R$ 11,4 milhões.

Na Desumanidade o MPF denunciou 7 pessoas, entre elas o ex-prefeito da cidade de Malta, Manoel Benedito de Lucena Filho, conhecido como Nael Rosa. Além dele, também foram denunciados ex-secretários municipais, engenheiros e advogados.

Já no âmbito da Recidiva o MPF denunciou o ex-prefeito de Teixeira, Edmilson Alves dos Reis, conhecido como Nego de Guri; o ex-gestor de Imaculada, Aldo Lustosa da Silva; e o ex-prefeito de Emas, José William Segundo Madruga. No caso de segundo Madruga e Nego de Guri, os dois são alvos de duas denúncias cada um.

As investigações apuram a existência de supostos esquemas de fraudes e desvios em obras públicas executadas nessas cidades por construtoras.

O blog vai detalhar, nas próximas publicações, cada uma das denúncias.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *