Opinião 12:51

Candidatos se despediram ontem do guia eleitoral. Programas não ‘empolgaram’ eleitores em Campina

Foto: reprodução

Ontem foi o último dia de propaganda eleitoral de rádio e TV nas eleições deste ano. Nos últimos programas, os candidatos que disputam a prefeitura de Campina Grande usaram os espaços como uma espécie de ‘despedida’ da campanha. As peças buscaram despertar a emoção e, ao mesmo tempo, resumir o que foi apresentado nos dias anteriores. Assim como os demais programas, com algumas exceções aqui e acolá, não empolgaram.

Este ano pouco se viu nas ruas de repercussão dos guias. No caso da candidatura governista, os programas tiveram como foco o realce da gestão municipal, associado à imagem do prefeito Romero e, também a apresentação de propostas. Na reta final da campanha algumas mudanças foram feitas para tornar as peças mais dinâmicas. O ‘estúdio’ foi substituído pelas ‘ruas’ e por uma nova linguagem visual.

As candidaturas oposicionistas não elevaram o tom das críticas. Muito disso em função de dois fatores: a boa aprovação da gestão municipal e, sobretudo, o receio de ter as peças retiradas do ar por determinações judiciais. Permaneceram em um ‘meio termo’, privilegiando propostas.

Os guias foram mais propositivos e menos combativos – o que é saudável, em certa medida. O desafio, nesse formato, é não deixar os programas enfadonhos. Destacaria dois deles: o de Inácio, que apresentou um conceito mais popular; e o de Olímpio Rocha, que mesmo com as limitações do tempo fugiu, em alguns programas, do convencional.

No mais, contribuíram para o debate, mas empolgaram pouco.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *