Opinião 12:44

Mesmo com atropelo da lista tríplice na UFPB, três chapas disputam reitoria da UFCG dia 20

Foto: Marinilson Braga/Ascom UFCG

Três chapas estão disputando a reitoria da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) este ano. A consulta junto a estudantes, professores e servidores acontecerá de forma remota, no próximo dia 20. E a decisão do presidente Jair Bolsonaro escolhendo o terceiro colocado da lista tríplice como o futuro reitor da UFPB terá, certamente, impacto no processo interno da UFCG.

Com a decisão de hoje está bem mais claro que, na gestão Bolsonaro, ser o mais votado não garante ser o indicado para assumir o controle da instituição.

Mas, ainda assim, o processo interno é fundamental para a manutenção da democracia na instituição e as três chapas continuam firmes na disputa. O mais votado terá muito mais respaldo e legitimidade para assumir a função. Disso, não há como duvidar.

Atual reitor, o professor Vicemário Simões concorre à reeleição, numa chapa composta pelo professor Camilo Farias. As demais chapas são formadas pelos professores Antônio Fernandes Filho e Mario Eduardo Mata; e John Kennedy Guedes e Marcos Vinicius (candidatos a reitor e vice, respectivamente).

A UFCG (assim como as demais universidades públicas brasileiras) merece ter a sua democracia interna respeitada. Ignorar a vontade da comunidade acadêmica da UFPB foi um péssimo exemplo.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *