Justiça 11:42

Promotores e juízes da Paraíba se unem com doações para combate ao coronavírus

Promotores doaram R$ 100 mil e direcionaram R$ 1 milhão para compra de respiradores. Dinheiro apreendido na Calvário também será usado

Foto: Ascom

Em meio à crise humanitária provocada pelo coronavírus, há também gestos que precisam ser comemorados. Um deles é o engajamento de promotores e juízes paraibanos na prevenção e combate à doença. E não apenas na atuação funcional, mas também em ações de solidariedade. Essa semana a Associação Paraibana do Ministério Público (APMP) anunciou a doação de R$ 100 mil para a saúde pública. Os recursos foram arrecadados entre os membros da entidade e deverão ser encaminhados ao hospital Lauro Wanderley, na Capital, que atenderá crianças com o novo vírus.

“O hospital é porta de entrada e referência para atender as crianças com coronavírus. Esses recursos poderão ser usados na aquisição de equipamentos, insumos, para que haja o melhor atendimento para os cidadãos do Estado”, explicou o presidente da APMP, promotor Márcio Gondim.

Os juízes deverão seguir a mesma linha. A Associação dos Magistrados da Paraíba  (AMPB) está realizando uma consulta interna para decidir pela suspensão dos eventos da entidade. O dinheiro, previsto para ser usado, seria destinado no combate ao Covid-19. A expectativa do presidente da entidade, juiz Max Nunes, é de que a proposta seja aprovada sem dificuldade.

Dias atrás os membros do Conselho Gestor do Fundo de Direitos Difusos da Paraíba (FDD-PB) aprovaram a destinação R$ 1 milhão para ações de prevenção e tratamento de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus e parte do dinheiro apreendido na Operação Calvário também está tendo destino semelhante. Com o dinheiro os órgãos integrantes do Sistema de Justiça entregaram 15 respiradores pulmonares à rede de saúde pública.

São boas ações que merecem ser compartilhadas e seguidas. Em tempos de crise, promotores e juízes paraibanos dão o exemplo de que a união e ações solidárias são o caminho mais simples para o retorno do bem-estar coletivo.

TAGS:

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *