Imóveis 8:50

Tendências para o mercado imobiliário em 2021

Pesquisa da Brain Inteligência Estratégica e Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) aponta crescimento da intenção de compra de imóveis.

Empreendimento Alliance House | Foto: Divulgação

 

O mercado imobiliário inicia o ano com grandes expectativas e de olho nas novas necessidades dos consumidores.

Pesquisa da Brain Inteligência Estratégica, em parceria com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), aponta crescimento da intenção de compra de imóveis para patamares pré-pandemia.

A pesquisa também mostra que os compradores têm novas exigências. Essa mudança de comportamento reflete o desejo das pessoas de aproveitarem mais os espaços da casa.

Segundo a pesquisa, 15% dos entrevistados apontaram que o isolamento social interferiu no estilo de imóvel desejado. Com isso, 19% responderam que não comprariam hoje um imóvel sem varanda, por exemplo.

O CEO da Alliance, construtora número um na Paraíba no ranking INTEC 2020, Hugo Montenegro, explica que durante a quarentena as pessoas tiveram que permanecer mais tempo em seus lares e com isso conseguiram observar aspectos que antes não estavam atentas:

“Muita gente descobriu áreas em suas residências que não ofereciam tanto conforto ou com espaços que não eram tão utilizados. Isso provocou uma mudança de comportamento em relação à necessidade real que as pessoas tinham até então na aquisição dos seus imóveis”

O executivo afirma ainda que imóveis com áreas externas, que são ventilados e que possuem boa iluminação natural podem vir a ser mais desejados.

Além disso, há uma tendência entre produtos que já possuem casas prontas como Alliance House, condomínio fechado de casas prontas para morar.

Vendas online

A pandemia também trouxe mudanças na forma como as empresas deste mercado vendem o seu produto. Com a quarentena do ano passado e o distanciamento social, que ainda está sendo mantido esse ano, foi necessário se adaptar e empresas que não estavam preparadas saíram perdendo.

Para Hugo Montenegro as empresas, independente do ramo que atuam, precisam proporcionar ao seu cliente soluções informatizadas e online para facilitar na hora da compra, como foi o caso da Alliance: “Já vínhamos investindo em tecnologias e soluções ágeis para nossos clientes. Com a pandemia, a venda online se mostrou uma solução bastante interessante para os clientes que queriam pesquisar, ou descobrir quais imóveis estavam disponíveis para venda”, explica.

Montenegro reforça que, apesar de estar cada vez mais em evidência, o contato online não dispensa a visita física, olhar o apartamento decorado, ou até mesmo a obra, pois o olho a olho também é fundamental.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *