Campanhas Empresas 9:22

Budweiser troca anúncio no Super Bowl por doação à vacinação contra a Covid-19

Pela primeira vez desde 1983 marca não entrará em campo na competição.

Foto: Alexander Schimmeck / Unsplash

 

A Budweiser não vai anunciar no Super Bowl deste ano.

Pela primeira vez desde 1983, o dinheiro que seria destinado em publicidade da marca no campeonato mais assistido nos Estados Unidos será revertido em doações para produção de vacinas contra a Covid-19.

A vice-presidente de marketing da Budweiser, Monica Rustgi, explicou que ainda não há um valor exato, mas afirmou em entrevista à ABC News que trata-se de “uma quantia milionária de dólares.”

Outras marcas do grupo Anheuser-Busch, que também é dona da Ambev no Brasil, marcarão presença em quatro minutos de publicidade durante o jogo: Bud Light, Bud Light Stelzer Lemonade, Michelob Ultra e Michelob Ultra Organic Seltzer.

Além da Budweiser,  Pepsi, Coca-Cola, Audi e Avocados from Mexico também estarão fora do maior evento esportivo dos Estados Unidos.

Mas o campeonato não ficará sem novos anunciantes. Entram em campo novos patrocinadores como o aplicativo Triller (concorrente do TikTok), o marketplace Fiverr e o aplicativo de venda de carro Vroom.

Marcas como M&M’s, Pringles e Toyota também voltam após um hiato longe dos jogos.

Este ano o evento esportivo estará restrito a 22 mil pessoas (cerca de um terço da capacidade de quase 66 mil pessoas do Raymond James Stadium da Flórida).

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *