Mercado em Movimento

Camila Esposte
Láuriston Pinheiro

Prioridades

Executivos da Volks deverão ter bônus vinculados às metas de desempenho ambiental, social e de governança.

 

 

As práticas ambientais, sociais e de governança de um negócio têm ganhado cada vez mais peso como critério de investimento em empresas. Por isso, a Volkswagen planeja vincular o bônus de seus executivos do alto escalão às metas ESG (ambientais, sociais e de governança, em português).

Atualmente remuneração dos executivos inclui bônus, salário fixo e plano de incentivos de longo prazo vinculado ao desempenho do preço das ações. O objetivo é integrar os critérios ESG nos cálculos de bônus, oferecendo, assim, um incentivo concreto para o alcance das metas de sustentabilidade da empresa.

Veja também  “Caldeirão” registra três vezes mais audiência que segundo colocado.

Estas iniciativas serão monitoradas por meio de métricas-chave, como descarbonização interna e índices de diversidade, por exemplo.

O grupo também se comprometeu a se tornar neutro em carbono até 2050, em uma grande revisão de estratégia focada na fabricação da maior frota de carros elétricos do setor. A empresa estima que seus carros respondam por 1% das emissões globais de dióxido de carbono.

Fonte: Valor