Botafogo-PB 15:11

Marcos Aurélio se iguala a Paulinho Macaíba e Nilson Sergipano no ranking da artilharia do século do Botafogo-PB

Por Pedro Alves

A relação de Marcos Aurélio com o Botafogo-PB é cercada de altos e baixos. São momentos flagrantemente bons e notadamente ruins. Fruto de uma relação que vai para a terceira temporada, possivelmente completa, após uma ausência quase que inteira em 2020. Apesar da inconstância, uma coisa não dá para negar. Não foram poucos os momentos que o MA10 foi protagonista em situações de sucesso do Belo. 

Foto: Paulo Cavalcanti / Botafogo-PB

Como também não são poucos os gols. O meia chegou aos 25, igualou o número de gols dos atacantes Paulinho Macaíba e Nilson Sergipano e agora saiu da quinta posição para assumir a quarta, ao lado deles, no ranking da artilharia do século XXI.

 

Os dois gols no Campeonato Paraibano, o último diante do Treze – mais um! -, no Clássico Tradição, colocaram o camisa 10 nesse patamar. E contando! Aos 37 anos, Marcos Aurélio segue bem fisicamente, quase nunca perdendo jogos por lesão, e ainda goza de uma grande confiança da diretoria alvinegra. A tendência é que o jogador continue por toda temporada na Maravilha do Contorno, marque mais gols e possa alcançar novos recordes.

 

Mas voltemos a falar dos altos e baixos. O baixola foi muitas vezes protagonista. Foi um dos melhores jogadores na sua primeira temporada no clube, em 2018. Foi também o melhor jogador botafoguense da campanha do vice-campeonato da Copa do Nordeste, um ano depois. Tem ainda dois títulos paraibanos com a camisa alvinegra. Como de costume, no entanto, acabou caindo de produção na segunda parte da temporada. E não ficou para 2020. 

 

+ Assista aos melhores momentos de Botafogo-PB 2 x 0 Treze

+ Botafogo-PB se impõe e passa com facilidade pelo Treze; Belo de Gusmão mostra evolução

 

Mas voltou, numa busca desesperada por um salvador da pátria, no ano passado, numa luta espinhosa para manter o Botafogo-PB na Série C. E mesmo na briga triste pela manutenção, o jogador foi decisivo. Botou a bola na cabeça de David Batista, em mais um de seus cruzamentos cirúrgicos, e viu o companheiro empatar o Clássico Tradição que garantiu o Belo na Terceirona de 2021 e ainda rebaixou o rival Treze.

 

Pela gratidão, penso eu, mais do que pela bola atual ou mesmo do ano passado, Marcos Aurélio renovou para 2021. É novamente o camisa 10 do Botafogo-PB. Mas não precisa ser o protagonista. Tem Clayton ao seu lado, e deve ser mesmo dever do gaúcho ser o cara do time atual botafoguense. 

 

Mas Marcos Aurélio ainda não está realmente bem. Fez uma fraca Copa do Nordeste, por exemplo, quando o sarrafo dos confrontos foi maior. Parece muito displicente com a bola. Errando passes fáceis. Intervindo menos no jogo. No Paraibano, no entanto, tem condições de voltar a se destacar. E, mesmo ainda sem uma atuação de gala, já tem dois gols no estadual. O que lhe coloca dentro do Top-5 do ranking de artilheiros do Botafogo-PB neste século. Confira abaixo o Top-5*.

 

  • 1º Rafael Oliveira (2015, 2016, 2017 e 2021) – 42 gols
  • 2º Edmundo (2010 e 2011) e Nando (2018 e 2019) – 28 gols
  • 3º Warley (2013, 2014, 2016 e 2017) – 26 gols
  • 4º Nilson Sergipano (2003), Paulinho Macaíba (2009, 2010, 2011 e 2013) e Marcos Aurélio (2018, 2019, 2020 e 2021) – 25 gols
  • 5º Capitão (2004) – 22 gols

* O ranking conta apenas gols em jogos oficiais

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *