Arbitragem 15:02

Novo árbitro ‘importado’ pela FPF apitará seu primeiro jogo pelo quadro paraibano

Por Raniery Soares

Leandro Bizzio se transferiu de São Paulo para o quadro da Federação Paraibana de Futebol (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

Recém-chegado ao quadro de árbitros da Federação Paraibana de Futebol (FPF), o paulista Leandro Bizzio Marinho terá sua primeira oportunidade após a ‘mudança’. Ex-integrante da Federação Paulista, ele estará nesta quarta-feira (17), ao lado dos árbitros assistentes Schumacher Marques e Ruan Neres, ambos do quadro paraibano, na partida válida pela Copa do Brasil envolvendo Santa Cruz-RS e Joinville-SC, em Santa Cruz do Sul-RS.

Além deste jogo, o ‘novato’ no quadro paraibano já tem outro desafio: apitar Santa Cruz-PE e CSA-AL no próximo sábado (20), em Recife, pela quarta rodada da Copa do Nordeste.

Bizzio é um árbitro experiente e está no quadro da CBF desde 2011. Com 42 anos, trocou São Paulo pela Paraíba, após um convite feito pelo presidente da Comissão Estadual de Arbitragem da Paraíba (Ceaf-PB), Arthur Alves Júnior. Eles, inclusive, trabalharam juntos no Sudeste.

O convite de Arthur para Bizzio surgiu por causa da saída de Marcelo Aparecido Ribeiro do quadro da Paraíba. Ao ge Paraíba, Arthur disse que a prioridade profissional de Marcelo deixou de ser a arbitragem, o que levou o árbitro a se descuidar, em relação ao que é exigido para os ‘profissionais do apito’

“O Marcelo está com outras prioridades de vida, inclusive foi candidato no ano passado. Eu não posso aceitar ele, por exemplo, com um percentual de gordura maior do que eu cobro para meus árbitros aqui. E o Leandro eu conheço bem, se formou comigo, é um árbitro experiente e vai nos ajudar”, disse Arthur Alves.

Leandro Bizzio não é o primeiro árbitro que se transfere para o quadro paraibano nos últimos anos. Antes da deflagração da Operação Cartola, em 2018, a FPF tinha o carioca Pablo Alves, que começou a carreira na Federação do Rio de Janeiro, depois passou pelo Espírito Santo e estava na Paraíba, até ser desligado do quadro de árbitros da CBF há quase três anos.

Depois de Pablo, a Paraíba teve Wagner Reway (ex-Federação do Mato Grosso), Marcelo Aparecido (ex-Federação Paulista) e Rodrigo Batista da Silva (ex-Federação Paulista). Durante a pré-temporada da arbitragem paraibana, que reuniu árbitros e assistentes que trabalharão no Campeonato Paraibano 2021, outros novatos também participaram do evento: Suelson Diógenes Medeiros (ex-Federação do Rio Grande do Norte) e Márcio Augusto da Silva (ex-Federação Paranaense).

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *