Legislativo 12:49

Wilson Santiago entra em rota de colisão com o bolsonarismo de Roberto Jefferson e deve sair do PTB

Por LAERTE CERQUEIRA

O deputado federal Wilson Santiago (PTB) divulgou nota na  manhã desta sexta-feira (07) para falar sobre a destituição dele da direção do partido na Paraíba. Santiago não teria seguido a orientação da legenda nas votações da Câmara.

Na nota, o paraibano afirmou que o estopim foi a votação, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, do projeto que tratava de mudanças nas competências da Justiça. O PTB quer que o projeto passe porque diz que é preciso acabar com o “ativismo judicial é pernicioso ao país”. 

Acrescentou: “o Partido Trabalhista Brasileiro vai até o fim pela aprovação deste projeto e de outros que combatem o ativismo judicial”.

Mas, segundo Wilson, o voto na CCJC foi técnico porque o projeto fere a Constituição, conforme parecer feito pela Consultoria Técnica da Casa.

“O voto pela inconstitucionalidade foi pautado na lei e na certeza de que não se pode por Projeto de Lei retirar do judiciário poderes que lhes foram conferidos na Constituição”, disse Santiago.

Sobre o afastamento da direção do PTB 

Com relação à destituição do cargo de Presidente Estadual do PTB na Paraíba, Santiago afirmou que a decisão tomada pelo Presidente Nacional, Roberto Jefferson, aquele do Mensalão, agora bolsonarista raiz, foi feita de forma impensada.

“Não imagino que o presidente nacional de um partido compactue com decisões de flagrante inconstitucionalidade. Além disso, como deputado federal pela Paraíba, sempre pautarei minhas decisões por argumentos técnicos e políticos, que sejam coerentes com os posicionamentos que considero corretos e legais. Em momento algum, ocuparei mandato para servir de propagador de decisões individuais de terceiros”, explicou.

Em clara rota de colisão, o presidente nacional do PTB tenta impor posições que, segundo WS, desrespeitam os poderes e a política como instrumento de construção social. E concluiu: “seu alinhamento político ao Presidente Bolsonaro não pode transformar o PTB em filial de grupos extremistas e antidemocráticos”.

Já recebe convites de outras legendas 

Agora, o que vai acontecer? Ainda cabe diálogo para colar as peças? Muito difícil. De qualquer forma, é uma boa justificativa para Santiago desembarcar do PTB e do projeto bolsonarista da legenda. Jefferson já sinalizou para onde quer ir e levar o grupo.

Wilson já desenha uma troca de legenda. Hoje (07) de manhã foi dia de receber convites de dirigentes partidários. Apostas? Vai tentar, primeiro, encontrar uma legenda para comandar. Mas também não pode esquecer que tem que ser um partido que garanta as “melhores condições” para a reeleição dele e do filho, Wilson Filho.

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Laerte Cerqueira
    Robson Navarro Ribeiro

    Vocês precisam parar com essa perseguição política insana e totalmente de ódio contra o presidente Bolsonaro.
    Sejam imparciais e quando o governo acertar façam elogios também.
    Não vão conseguir reverter a popularidade do presidente com ataques gratuitos todos os dias e já estão perdendo audiência e seguidores.

    • Avatar for Laerte Cerqueira
      Laerte Cerqueira

      Robson, esse é um espaço de opinião. Não há perseguição, há argumentos, que alguns gostam e outros não. Uma conversa é assim. Ninguém é obrigado a concordar e sua opinião respeitosa sempre será bem vinda. Abraço

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *