Legislativo 13:41

Vereadores aprovam título de cidadão pessoense para Juliette Freire

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

 

Foto: reprodução/TV Globo

A campinense Juliette Freire, campeã do BBB 21, vive em João Pessoa há alguns anos e bem que já se sente radicada em João Pessoa. Agora, ela também poderá se intitular cidadã pessoense. A concessão do título foi aprovada na Sessão Ordinária desta quinta-feira (13), por unanimidade.

“Juliette tem sido a grande embaixadora da Paraíba e, em especial, de João Pessoa”, justificou o vereador Bruno Farias (Cidadania), autor da proposta.

Bruno Farias destacou, ainda, que Juliette divulgou, de forma singular, nosso destino turístico como nenhuma campanha publicitária conseguiu, com um alcance gigantesco. “Hoje, com 28,7 milhões de seguidores no Instagram, ela é um fenômeno nas redes sociais e faz questão, com seu jeito autêntico e firme, de sempre enaltecer suas raízes, assim como fazia ainda dentro do BBB. Ela abordou temas com as belezas naturais, a história, a cultura, o artesanato, enfim, todos os encantos que fascinam as pessoas e que estão muito presentes tanto na Paraíba quanto em João Pessoa”, completou

Os vereadores já haviam se rendido e feito elogios à advogada e maquiadora paraibana por causa da sua defesa, durante a sua participação no reality da Globo, da cultura, turismo e raízes nordestinas. O voto de aplauso proposto pelo vereador Bispo José Luiz (Republicanos) foi aprovado no mês passado e causou repercussão.

Outras honrarias

Além do título de cidadã pessoense, também está à espera de Juliette a Assembleia Legislativa da Paraíba, que aprovou a entrega da Medalha Epitácio Pessoa. Esta é a mais alta comenda da Casa, concedida apenas a pessoas que tenham prestado relevantes serviços aos estado.

A questão é que a entrega de todas essas honrarias devem demorar para serem entregues porque Juliette já avisou que não quer festividade nem participar de eventos que promovam aglomeração, enquanto a pandemia não estiver controlada.

Rejeitada

Mas Juliette não é unanimidade na Paraíba. Em Araruna, no Agreste paraibano, os vereadores rejeitaram uma proposta de concessão de título de cidadania para a sister.

O pedido foi apresentado por um vereador depois de uma foto postada por Juliette em seu Instagram, fazendo rapel na Pedra da Boca, principal cartão-postal do município, viralizar na internet e atrair muitos turistas ao local. A mídia gratuita não foi suficiente para convencer a maioria dos parlamentares.

 

 

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *