Justiça 14:20

Quem é o juiz que “detonou” terraplanistas e obscurantistas em decisão contra a prefeitura de Campina Grande?

Por LAERTE CERQUEIRA

Não houve surpresa na decisão do juiz plantonista de Campina Grande Alex Muniz Barreto, que determinou, neste sábado (13), que a prefeitura da cidade siga as regras do decreto estadual. A Justiça tem, na maioria do casos, mantido as medidas mais restritivas, alegando que o direito à vida se sobrepõe a qualquer outro. A prefeitura de CG recorreu da decisão.

Mas o que chamou atenção mesmo, o que deixou muita gente boquiaberta, foi a argumentação assertiva, dura e direta do magistrado. Ele não poupou críticas. Foi uma espécie de desabafo jurídico. Em uma das frases emblemáticas disse: essa é uma “situação de pré-colapso que somente pode ser ignorada por terraplanistas e obscurantistas da pior espécie”.

Alex Muniz elencou o que considerou “maus exemplos” na pandemia do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD). Especificamente na comemoração da campanha e na recepção a Bolsonaro. Criticou a gestão do governo federal na pandemia e afirmou que as medidas de restrição do governo da Paraíba são insuficientes e débeis. Não sobrou para ninguém.

Nas redes sociais, o tom da decisão foi muito comentado. Aí, surgiu a pergunta: Quem é o juiz que “detonou” terraplanistas e obscurantistas em decisão contra a prefeitura de Campina Grande?

Alex Muniz Barreto é Mestre em Ciência Política, Especialista em Direito Constitucional Formado em Direito e Filosofia, professor e autor de livros de Direito Administrativo e também Constitucional.

As redes sociais estão ativas. No Instagram, não esconde alguns posicionamentos. Eles revelam um pouco o motivo da defesa ferrenha das medidas restritivas de isolamento e distanciamento.

O juiz é defensor da ciência, do conhecimento científico, do Iluminismo, corrente de pensamento do século XVIII que defende o uso da razão sobre o da fé para entender e solucionar os problemas da sociedade.

Em várias postagens, esse pensamento fica marcado. Então, quando as decisões caíram na mão do magistrado, a lei será cumprida a partir dessa perspectiva, não tenha dúvida.

Em publicação em março de 2020, no início da pandemia, ele registrou:

“Acredite na Ciência: ela, sim, funciona. Mesmo com toda a ignorância e desinformação que se espalha por aí, além da falta de investimentos na pesquisa científica, esta é a melhor arma da humanidade contra os problemas reais que enfrentamos. Para todos nós, o momento é de EMPATIA E COOPERAÇÃO. #science #scienceitworks #research #ciencia #pesquisa #sciences #virus

Abaixo algumas das publicações no perfil @professoralexmuniz, no Instagram. Nelas, o juiz faz crítica ao negacionismo, à condução do governo federal da pandemia no Brasil, e uso da religião como balizadora de decisões na sociedade. E faz uma defesa forte dos dados, da filosofia, da racionalidade.

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Laerte Cerqueira
    joão epaminondas de souza

    Falsa dicotomia, fé e ciencia sempre andaram juntas, assim se construiu a civilização, há muitas mentiras “iluministas” contadas contra a Igreja, falsificações históricas que cada dia ficam desacreditadas. Esse Juíz é um ativista contra a civilização cristã, um revolucionário, suas idéias foram enterradas junto com a União Soviética, última tentativa de construir uma civilização sem religião e baseada somente na razão do momento.

  2. Avatar for Laerte Cerqueira
    joão epaminondas de souza

    Foi a religião que criou as condições de estabilidade social para o florescimento das artes e ciencia. Sem o ambiente civilizado propiciado pela Religião a unica ciencia existente seria a de arrancar faíscas do choque entre duas pedras.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *