Executivo 11:45

Paraíba ganhará nova usina de energia solar e fábrica de painéis solares com investimento de R$ 4,27 bilhões

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA 

 

Foto: Allan Santos/PR

A Paraíba será contemplada com dois novos projetos na área de energias renováveis, com investimentos que, somados, ultrapassam a cifra de mais de R$ 4,2 bilhões e podem gerar mais de 5 mil empregos no estado. Um deles é para instalação de uma fábrica de painéis solares, em João Pessoa. O outro é a instalação de uma nova usina no Sertão paraibano para produção de energia solar.

Detalhes dos novos investimentos no setor foram apresentados em uma live, transmitida nas redes sociais e pelo canal oficial do Governo, no YouTube, nesta sexta-feira (11).

No evento, o governador João Azevêdo destacou que investir em outras formas de energias, além das que dependem da água, são fundamentais para o desenvolvimento da Paraíba, que é carente de recursos hídricos.

“Temos pouca água, temos muito vento, muito sol, entretanto nossa matriz energética é baseada em água. Precisamos modificar essa matriz energética e estamos conseguindo fazer isso com o que tratamos agora”, afirma o governador.

“Com esses investimentos, nossa matriz energética vai inverter para 100% em energia totalmente renovável”, pontuou o diretor da Cinep, Rômulo Polari Filho.

Usinas no Sertão

O Grupo Rio Alto, que já instalou um complexo em Coremas, iniciará nos municípios de Santa Luzia e São Mamede o Complexo Solar Santa Luzia. Segundo o governo, este será o maior parque já instalado no Brasil, com geração de 1,6 gigawatt (GW), com capacidade de suprir mais de 1,6 milhão de residências.

A expectativa é que sejam construídas 28 usinas solares fotovoltaicas de 58 megawatts, em uma área já definida de 2 mil hectares em Santa Luzia e São Mamede. Nessa nova fase serão investidos 4,2 bilhões, com estimativa de dois mil empregos. As obras serão iniciadas em julho deste ano e a previsão de entrega do parque é 2023.

De acordo com Edmond Farhat, representante da Rio Alto, com a obra de Santa Luzia a de Coremas, já instalada, toda a Paraíba estará 100% munida de energia renovável em 2023. “Considerando o Parque que tem na Serra, a Paraíba estará totalmente munida de energia renovável”, reiterou.

Fábrica de painéis

No evento também foi assinado pelo governo do estado e a empresa Balfar Solar um protocolo de intenções para a instalação da primeira fábrica de painéis solares do estado. O empreendimento do grupo paranaense tem investimento inicial é de R$ 70 milhões e produção estimada de 100 mil peças/ano de placas de energia solar. O faturamento estimado é de R$ 160 milhões no primeiro ano.

Com a nova unidade, que será instalada em João Pessoa, a Paraíba terá a maior e mais moderna fábrica de painéis fotovoltaicos da América do Sul e uma das maiores do mundo. São 18 mil m² de área construída que vai abrigar a indústria e projeção é de contratação de 100 colaboradores diretos por turno e potencial de mais 3 mil indiretos.

 

*Matéria atualizada às 17h35 com atualização dos valores investidos

 

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *