Vacinação 15:05

Cícero Lucena diz que todos os trabalhadores da educação, não só professores, começam a ser vacinados domingo

Por LAERTE CERQUEIRA e ANGÉLICA NUNES 

O prefeito Cícero Lucena confirmou ao Conversa Política, na tarde desta quarta-feira (12), que todos os trabalhadores da educação que moram em João Pessoa começam a ser vacinados no próximo domingo (16). O prefeito deixou claro que não são apenas os professores, como se pensou inicialmente. “Não é por hierarquia”, afirmou.

Estão incluídos na lista, segundo ele, auxiliares de serviços gerais das escolas, vigias, merendeiras, supervisores, auxiliares, técnicos ou técnicas de laboratório, bibliotecários. Ou seja, todas as pessoas que precisam dar expediente em escolas e universidades públicas e privadas da capital.

O gestor lembrou que o primeiro grupo a ser vacinado é o dos profissionais do Ensino Infantil, mas, se tiver vacina suficiente, serão vacinados, na sequência, os profissionais do Ensino Fundamental, depois Médio e, por fim, os que trabalham em universidades e faculdades públicas ou privadas. Um detalhamento deve ser divulgado até sábado.

Sobre a estimativa da quantidade de pessoas, o prefeito disse:

“Na verdade, o total dá 35 mil, considerando Infantil (Ensino) até as universidades particulares e públicas. Só que parte desse público já foi vacinado por questão da faixa etária, por comorbidade, por categoria, por exemplo, o pessoal da Saúde das universidades, em tese, estão vacinados. E, consequentemente, aqueles que tenham por ventura mais de um vinculo empregatício, que, às vezes, trabalham no estado, trabalham no município, trabalham em escola particular.

O prefeito acrescentou:

“Nós acreditamos que com 20 mil vacinas a gente atinja. Se chegar esse volume até domingo, nós vacinaremos num dia só. Se não, a gente vai vacinando conforme a quantidade de vacina. E vai vacinando pelo que foi decido com reitores, com sindicatos particulares e professores também, e começar pelo Ensino Infantil”.

O prefeito se referiu a reunião para definir as prioridade entre os trabalhadores da educação, que ocorreu no início da da semana.

Em entrevista, na manhã desta quarta-feira (12), foi informado que será preciso levar como comprovante a carteira de trabalho e o comprovante de residência. Importante registrar que a secretaria de Saúde da capital ainda não detalhou como será a vacinação de quem mora em João Pessoa, mas trabalha em uma instituição de outra cidade (escolas ou universidades).

>>>Prefeitura de João Pessoa vai começar vacinação de professores contra a Covid-19 neste fim de semana

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Laerte Cerqueira
    Vinícius

    Carteira de trabalho? Prestadores de serviço e concursados, maioria absoluta dos profissionais da educação, não tem registro em carteira, apenas os terceirizados, que são pouquíssimos.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *