Executivo 10:27

Carro de som com alerta de toque de recolher “assusta” moradores de Serra da Raiz

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

 

Foto: reprodução

No município de Serra da Raiz, no Brejo paraibano, o prefeito Luiz Machado (Cidadania) editou um decreto que é até mais restritivo do que o estabelecido pelo governo do estado. Mas o que tem provocado reclamação dentre os moradores é a forma peculiar que a prefeitura vem adotando para impor o toque de recolher na cidade, que começa às 20h.

Próximo do horário imposto para as pessoas se isolarem em casa, um carro de som começa a circular pelas ruas da cidade alertando para o toque de recolher. Alguns pais dizem que os filhos estão ficando apavorados com a abordagem, que entendem que poderia ser feita sem tanto alarde.

“Não precisava um carro com esse som sinistro apavorando a população porque todo mundo sabe o que é toque de recolher. Na viatura tem um sistema de alerta, tem um giroflex, a polícia mesmo fazia. Aí fica esses cara com esse som sinistro, assustando as criancinhas. Meus filhos estão assustados”, conta um morador.

A medida foi adotada pela prefeitura devido ao avanço da covid-19. Paralelo ao novo decreto, foi ampliado o atendimento do Centro de Covid, instalado no setor da Academia de Saúde, especialmente para tratar pacientes com sintomas mais graves da doença.

“Aqui os casos aumentam consideravelmente. Então fomos obrigados a endurecer as medidas restritivas e oferecer as equipes que trabalham com a covid 19 as condições que nos foram solicitadas”, explicou o prefeito, que afirmou que suspendeu o carro de som ao tomar conhecimento do ocorrido.

Medidas restritivas

 

O decreto com medidas para conter o avanço da covid-19 de Serra da Raiz tem validade até o dia 31 de março, com toque de recolher das 20h às 05h por estar o município classificado na bandeira laranja, conforme o Plano Novo Normal. Durante esse período, deslocamentos só para o exercício de atividades essenciais e devidamente justificadas.

No período, bares, restaurantes e lanchonetes devem funcionar apenas por delivery ou retirada dos produtos, ficando vedado o consumo no local. As lojas de conveniência, mercadinhos, depósitos e/ou estabelecimentos similares somente poderão funcionar com atendimento nas suas dependências das 06h até 17h, ficando vedada, antes e depois desse horário, a comercialização de qualquer produto, apenas farmácias e panificadoras podem funcionar até as 19h.

Até lá, os moradores terão que administrar a vida para se adequar ao decreto e continuar suportando o carro de som.

 

Confira AQUI mais detalhes do decreto.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *