Covid-19 11:28

Bolsonaro já pode tomar vacina contra a covid-19; mas será que vai?

Por ANGÉLICA NUNES

 

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou neste sábado (3) à idade mínima de 66 anos para ser vacinado contra a covid-19 no Distrito Federal. Apesar do benefício, ele tem se mantido calado sobre a possibilidade de tomar ou não o imunizante.

Bolsonaro em diversas oportunidades alegou que estaria imune por já ter sido contaminado pelo novo coronavírus. A tese, no entanto, é refutada por especialista da Fiocruz e confirmada através dos casos comprovados de pessoas reinfectadas pela covid-19.

Ao longo da pandemia, o presidente também manteve uma postura negacionista em relação aos efeitos do novo coronavírus, chegando a negligenciar a participação do Brasil na corrida entre país para assegurar a compra dos insumos e vacinas dos produtores.

Nessa conta podemos incluir a disputa política travada com o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), no processo de produção da vacina chinesa coronavac pelo Instituto Butantan. Bolsonaro desautorizou publicamente a compra pelo Ministério da Saúde mesmo após o então ministro Eduardo Pazuello anunciar que o governo federal iria adquiri o imunizante.

Recentemente ele mudou de postura, tem divulgado intensamente a distribuição de vacinas enviadas aos estados e municípios e a quantidade de pessoas que já foram imunizadas. O vacinômetro postado no Twitter na manhã de hoje aponta para mais de 41 milhões de vacinas distribuídas e 20,5 milhões aplicadas.

A pergunta que não quer calar é: será que ele vai dar o exemplo e entrar nesta estatística?

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *