Legislativo 11:39

ALPB acelera votação da LDO 2022 para garantir ‘férias antecipadas’ dos deputados

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA 

 

Foto: divulgação

Os deputados estaduais da Paraíba devem entrar em recesso parlamentar a partir desta quinta-feira (16) até o dia 2 de agosto. As “férias coletivas”, de mais de 45 dias, deve ser garantida graças a uma brecha no Regimento Interno da Assembleia Legislativa que autoriza a suspensão das sessões ordinárias após a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Na sessão de hoje (16), o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB), antecipou que a sessão de amanhã será dedicada apenas à votação de matérias de urgência urgentíssima, dentre elas a LDO 2022.

A ideia é limpar a pauta para antecipar o recesso em pelo menos uma semana. A pressa é tanta que ele fez uma convocação expressa para que todos estejam presentes à sessão a partir das 8h30, sem atraso.

Detalhe é que o Regimento Interno prevê que os trabalhos no legislativo devem ocorrer de 1° de fevereiro a 30 de junho e de 1º de agosto a 20 de dezembro.

Contrários

Apesar das férias, tão sonhadas pelo trabalhador comum, nem todos os parlamentares estão satisfeitos com a suspensão das sessões ordinárias. Um deles é o deputado Tovar Correia Lima (PSDB). O tucano protocolou um requerimento para pedir o cancelamento do recesso parlamentar do meio do ano na Casa.

Para Tovar, não é justo que os deputados tirem férias enquanto profissionais de diversas áreas, principalmente da saúde, sofrem estafa no atendimento à população e outros paraibanos enfrentam dificuldades financeiras por falta de trabalho.

“É hora da Casa Epitácio Pessoa mostrar grandeza, sensibilidade e empatia com os todos profissionais que não tiram férias há mais de um ano. É hora da classe política entender que o desafio é o de permanecer ao lado da população até quando a pandemia perdurar. Esta Casa precisa está ativa para cobrar ações do Governo do Estado, fazendo a defesa dos interesses da cidadania. Enquanto tiver um enfermeiro, um maqueiro, um médico emendando plantão um no outro, não faz sentido ter deputado tirando recesso”, destacou Tovar.

O parlamentar, pelo menos por enquanto, foi o que se pronunciou publicamente e é voz solitária no universo dos 36 deputados que compõem a Assembleia Legislativa da Paraíba.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *