Geral 13:00

Denúncia de aglomeração em ‘live’ de Safadão com Juliette será investigada pelo MP

Por ANGÉLICA NUNES e LAERTE CERQUEIRA

 

Foto: divulgação

A promotora de Justiça que atua na área de Saúde de Campina Grande, Adriana Amorim, abriu investigação para apurar denúncia de aglomeração na live de Safadão, na Paraíba. O evento aconteceu na Vila Forró, em Lagoa Seca, no último sábado (19), mesmo dia em que o país atingiu a triste marca de 500 mil mortos, e contou com a presença de diversos artistas e celebridades como a ex-BBB Juliette Freire e o digital influencer Carlinhos Maia.

Em várias imagens que circulam nas redes sociais e foram enviadas ao Ministério Público é possível ver Juliette e outros convidados, conversando sem máscara e sem manterem o distanciamento social necessário. Dentre os covidados com quem a paraibana interagiu esta o seu ex-colega de confinamento, Rodolfo.

O Ministério Público da Paraíba agora quer esclarecer os fatos que chegaram ao seu conhecimento para adotar as medidas cabíveis.

Segundo nota enviada pela promotora ao Conversa Política, inicialmente foi instaurado uma notícia de fato, que é o procedimento inicial de apuração para averiguar se foram mesmo descumprido os protocolos sanitários para evitar contaminação pela Covid-19.

Nas redes sociais, a participação da paraibana no evento divide opiniões. Há críticas sobretudo após ela ter se posicionado publicamente contra a postura negligente do presidente Jair Bolsonaro, responsabilizando-o pela morte de 500 mil pessoas ao longo da pandemia e pedindo o seu impeachment.

 

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *