Filme que conta a história do grupo de rap N.W.A. entra em cartaz nesta quinta (29) em JP

N.W.A. foi um dos grupos mais importantes do hip-hop americano (divulgação)

Um grupo de rap liderado por um ex-traficante de crack em meio a um bairro barra-pesada de Los Angeles, gângsters, troca de tiros e perseguições policiais. A carreira meteórica do N.W.A. daria um filme. E deu!

Com estreia confirmada a partir desta quinta (29) em duas salas de João Pessoa – no Manaíra Shopping (Cinépolis Manaíra 11 VIP, às 18h30 e 21h45) e no Mag (CinEspaço 4, 21h10) -, Straight Outta Compton: A História do N.W.A. (EUA, 2015) é a cinebiografia de um dos grupos mais barulhentos e influentes do hip-hop americano.

Dois ex-integrantes famosos assumiram a produção do longa-metragem: Ice Cube e Dr. Dre. Hoje celebrados pela mídia e com carreira solo consolidada, os dois rappers têm origem no polêmico grupo de hip-hop, que surgiu em Compton, o tal bairro barra-pesada de L.A., ali, por volta de 1986, quando Eazy E, o traficante que largou as drogas para ser empresário de artista, se associou aos “mano” Cube, Dre, DJ Yell, MC Ren e Arabian Prince.

Os negros tinham atitude, como anunciava o título da banda (Niggaz Wit Attitudes, levado pela sigla N.W.A.). No ano em que o Public Enemy discursava que era preciso uma nação de milhares para fazê-los parar de exigir igualdade racial e social, Ice Cube e companhia chutavam o pau da barraca com um discurso muti mais agressivo, disparando contra tudo e contra todos mas, principalmente, conta a polícia, mandando-os ‘catar coquinho’ numa linguagem amena.

O hit ‘Fuck police’, música que o grupo alegava que denunciava o abuso policial sobre os negros americanos, levou FBI a enviar uma carta à gravadora Priority, acusando seus contratados de incitar a violência contra a polícia – a canção influenciou o Planet Hemp a gravar ‘Porcos Fardados’ no disco de estreia, ‘Usuário’ (1995).

O resultado é que os bad boys de Compton foram vetados na grande mídia, que deixou de ignorá-los quando Straigh Outta Compton (1988), primeiro dos dois discos que a banda lançou, bateu a marca dos três milhões de LPs vendidos. Além disso, o N.W.A. entrou para a história como um dos mais influentes grupos de hip-hop de todos os tempos, inaugurando o chamado ‘gangsta rap’.

O N.W.A. durou pouco, coisa de cinco anos só. Ice Cube pediu para sair quando percebeu que não recebia devidamente sua parte nos royalties que gravara com o grupo. Eazy E morreu em 1995, aos 31 anos, em decorrência da Aids.

Mas o filme trouxe nova luz à carreira do grupo. Vinte anos depois de os integrantes fazerem as pazes, os remanescentes voltaram a excursionar, já falam em disco novo e foram indicados para o Hall da Fama do Rock na turma de 2016.

O diretor de Sexta-feira em Apuros (estrelado por Ice Cube), F. Gary Gray, também conhecido pelo bacana Uma Saída de Mestre e o não-tão-bacana-assim O Vingador (com Vin Diesel) foi o escolhido para conduzir a cinebiografia da banda. O filme se manteve no topo da bilheteria por três semanas consecutivas, arrecadando, em menos de um mês, algo em torno de 100 mihões de dólares, quatro vezes mais seu orçamento.

Confira abaixo o trailer de Straight Outta Compton: A História do N.W.A.:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *