Cartaxo quer manter base aliada para disputa em 2018

Foto: Rafael Passos-Secom/JP

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), não tem como dizer que terá, em 2018, os mesmos aliados que dividiram o palanque com ele na disputa pela reeleição, neste ano. O gestor não nega para ninguém o desejo de manter na sua base PSDB e PMDB, respectivamente dos senadores Cássio Cunha Lima e José Maranhão. O movimento das peças no xadrez não é fácil, pois vai depender de quão forte estará o candidato que será indicado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e a expectativa de poder de Cássio e Maranhão. Se algum deles tiver chance, vai para a disputa.

Cartaxo tem feito o dever de casa na missão de se fortalecer para a disputa daqui a dois anos. Neste fim de semana, ele foi a Sousa, onde se encontrou com o ex-prefeito João Estrela, aliado de Coutinho, e com o atual prefeito André Gadelha (PMDB), aliado de Cássio. Em seguida, se reuniu com o prefeito eleito de Cajazeiras, José Aldemir (PP). O empenho do prefeito, segundo seus aliados, vai ser buscar a interiorização do seu nome a partir de agora, sem se descuidar da gestão.

O prefeito de João Pessoa conseguiu a reeleição neste ano ainda no primeiro turno, derrotando a candidata do governador Ricardo Coutinho, Cida Ramos (PSB). Para a composição, contou com as articulações de Cássio e Maranhão, que indicaram o deputado federal Manoel Júnior (PMDB) para o cargo de vice. Caso renuncie ao mandato para disputar o governo, Cartaxo deverá ter como adversário o futuro presidente da Assembleia Legislativa, Gervásio Maia (PSB), representando o governador.

Sete desembargadores se lançam na disputa pela presidência do TJPB

Fachada_Tribunal_de_Justiça_da_Paraíba_pag.Pagina_3_cad.Caderno_1_Felipe_Gesteira_144376A briga pelo cargo de presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba já tem sete candidatos. O montante representa quase a metade dos 19 votos possíveis. O primeiro a se inscrever para a disputa foi José Aurélio, que deixou recentemente a presidência do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para se dedicar ao pleito. Depois dele, Márcio Murilo, Arnóbio Alves Teodósio, João Benedito, Joás de Brito Pereira Filho, Saulo Benevides e Carlos Martins Beltrão também colocaram os nomes à disposição para comandar o poder no biênio 2017/2018.

A Diretoria Especial do Tribunal também registrou a candidatura do desembargador João Alves ao cargo de corregedor-geral de Justiça. As regras do colegiado possuem algumas peculiaridades. Uma delas é poder concorrer para mais de um cargo ao mesmo tempo. José Aurélio e Márcio Murilo disputarão a presidência, enquanto que Leandro dos Santos quer a vice. Já Arnóbio Alves se candidatou a presidente e a vice. Um leque mais amplo foi aberto por João Benedito, Joás de Brito, Saulo Benevides e Carlos Beltrão, que concorrerão aos três cargos da Mesa Diretora ao mesmo tempo (presidente, vice-presidente e corregedor).

O edital para inscrição aos cargos para a Mesa Diretora do Tribunal foi publicado no dia no Diário da Justiça eletrônico, edição do dia 17 de outubro de 2016. Os interessados em se candidatar para concorrer aos cargos da mesa diretora – presidente, vice-presidente e corregedor-geral de Justiça – têm 10 dias, a contar da publicação do Edital, para realizar a inscrição. A eleição para a escolha dos novos gestores do TJPB ocorrerá na sessão administrativa do dia 16 de novembro próximo.

 

Estela e Gervásio vão se acotovelar nas agendas de Ricardo

whatsapp-image-2016-10-10-at-14-47-33Quem previa clima de calmaria após as eleições municipais deste ano entre os aliados do governador Ricardo Coutinho (PSB), errou feio. Calçados pela experiência negativa deste ano nas principais cidades, pelo menos dois dos apadrinhados do gestor socialista começam cedo a se articular para aparecerem como nomes viáveis para a sucessão estadual, em 2018. Os deputados estaduais Gervásio Maia e Estela Bezerra, ambos do PSB, até já dão pistas das estratégias que pretendem adotar.

Gervásio Maia, que assume a presidência da Assembleia Legislativa a partir do ano que vem, tem feito o meio de campo com prefeitos eleitos por outros partidos para que eles se filiem ao PSB do governador Ricardo Coutinho. O objetivo é dar musculatura ao partido para a disputa da sucessão, em 2018. No bunker socialista as derrotas em João Pessoa e Campina Grande, neste ano, fizeram com que se acendesse o sinal de alerta. Gervásio se filiou ao PSB, no ano passado, com a expectativa de ser o nome de Ricardo para a disputa estadual.

Estela BezerraPor outro lado, Estela Bezerra vem se movendo na base aliada para expandir sua imagem para o restante do Estado. Para o ano que vem, ela não pretende permanecer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa e pretende seguir o governador Ricardo Coutinho nas agendas pelo Estado afora. O movimento de Estela é parecido com o feito por Dilma Rousseff (PT), quando ocupava cargos no governo do ex-presidente Lula (PT) e passou a circular o Brasil para se tornar mais conhecida na primeira disputa que participou, em 2010.

Estela é bastante conhecida em João Pessoa, onde disputou as eleições de 2012 pelo PSB, mas tem pouca densidade eleitoral no interior do Estado, ao contrário do colega de partido, Gervásio Maia. A briga promete ser boa, mas deverá ir para a disputa eleitoral com o aval do partido apenas quem pontuar melhor nas pesquisas internas.

Mal começou a campanha e 120 candidatos já foram banidos

urnaMal começou a campanha eleitoral de 2016 e a Justiça Eleitoral já registra 120 candidatos inaptos para a disputa deste ano. A lista inclui um postulante que almejava a vaga de prefeito, quatro vices e 13 pretensos vereadores. Do total, 74 renunciaram à disputa por falta de chances ou mesmo por terem tido o nome impugnado pelo Ministério Público Eleitoral. Os outros 46 tiveram o pedido de registro indeferido pelos juízes eleitorais por motivos que vão da falta de quitação eleitoral ao alcance da Lei da Ficha Limpa por condenações judiciais anteriores.

Confira a lista dos inaptos para a disputa:

Indeferidos
47 pessoas
2 vice prefeitos
45 vereadores

PartidoNome do CandidatoNome Candidato (Urna)CargoSitua??o CandidaturaDetalhe Candidatura
PPSADRIANA ALVES ESTEV?O ALVARENGAADRIANA ALVESVereadorInaptoIndeferido
PSLANA RAQUEL FARIAS PEREIRARAQUELVereadorInaptoIndeferido
PMNANT?NIO SALES SOARES FERREIRASALES DE MO?VereadorInaptoIndeferido
PTBBRUNA ALMEIDA SOARESBRUNAVereadorInaptoIndeferido
PMDBDAMI?O QUERUBINO NEVESD?O MODESTOVereadorInaptoIndeferido
PPSDIANA MARIA PEREIRA DE FREIRTASDIANAVereadorInaptoIndeferido
PPSDUCIMARIA RODRIGUES DA SILVADULCIVereadorInaptoIndeferido
PSLEDILSON RODRIGUES DA SILVAEDILSONPrefeitoInaptoIndeferido
PSDEDIN?A ARA?JO SILVAN?A ARA?JOVereadorInaptoIndeferido
PRTBELIANE PAULO DA SILVA CARDOSOELIANEVereadorInaptoIndeferido
PSLELIAS ALVES DOS REISPROFESSOR ELIASVereadorInaptoIndeferido
PMNFRANCISCO DIAS DA SILVATICO DIASVereadorInaptoIndeferido
PPSFRANCISCO ROMARIO SALES DA SILVAROMARIO DE DAMIAO ROSAVereadorInaptoIndeferido
PC do BGENILDA HENRIQUES DE ARA?JOGENILDAVereadorInaptoIndeferido
PRBINES MARIA DE LIMAIN?SVereadorInaptoIndeferido
PTIVAN FAUSTINO DA SILVAPEL?VereadorInaptoIndeferido
PSDIVANILTO DA COSTA VIEIRAIVANILTON PALMEIRAVereadorInaptoIndeferido
PSLJACIANA APARECIDA DOS SANTOSJACI MORENAVereadorInaptoIndeferido
PMDBJACLYENE MARIA VITURINO SERAFIM COSTAJACLYENE SERAFIMVereadorInaptoIndeferido
PTJOAO RAMOS DA SILVAJO?O COB?VereadorInaptoIndeferido
PSOLJOS? AILTON VIRIATO DE SOUSAAILTON VIRIATOVice-prefeitoInaptoIndeferido
PSDJOS? ANTONIO BATISTAZEZINHOVereadorInaptoIndeferido
PHSJOS? ANT?NIO VAL?RIO MORAISANT?NIO VAL?RIOVereadorInaptoIndeferido
PMNJOS? CASSIMIRO FILHOD? CASSIMIROVereadorInaptoIndeferido
PSLJOSE EDVALDO ALBUQUERQUE DE LIMADR EDVALDOVereadorInaptoIndeferido
PSOLJOS? FRANCISCO DE SOUSA NETOSOUSA NETOPrefeitoInaptoIndeferido
PSLJOSEANE PEREIRA DUARTEJOSYVereadorInaptoIndeferido
PRBLIVIO SERGIO LOPES LEANDRODR.LIVIOVereadorInaptoIndeferido
PMDBLUCILEIDE NUNES DA SILVALEIDINHAVereadorInaptoIndeferido
PDTLUIZ CARLOS MONTEIRO DA SILVALULAVice-prefeitoInaptoIndeferido
PTNMAIKY LAMEC VIANA FERREIRAMAIKY VIANAVereadorInaptoIndeferido
PTMARGARETE CANDIDO DO VALE MELOMARGARETE MELOVereadorInaptoIndeferido
PSDBMARIA DE FATIMA FRANCELINO DA SILVAFATIMA FRANCELINOVereadorInaptoIndeferido
PMNMARIA DE LURDES CAMILO DE MOURALURDESVereadorInaptoIndeferido
PVMARIA DO SOCORRO LIMA GUEDESSOCORRO GUEDESVereadorInaptoIndeferido
PSDBMARIA EUDOCIA DOS SANTOSMARIA DAS CABRASVereadorInaptoIndeferido
PPMARIA JOSIELMA GON?ALVES DE SALESJOSIELMAVereadorInaptoIndeferido
PPLMARIANO DE SOUZA DONATOMARIANO DONATOVereadorInaptoIndeferido
PSDBOSVALDO DE SOUZA SANTANAOSVALDO VARIEDADESVereadorInaptoIndeferido
PPSRAFAELY RODRIGUES COSTARAFAELYVereadorInaptoIndeferido
PMDBRICARDO RIBEIRO DE OLIVEIRARICARDO RIBEIROVereadorInaptoIndeferido
PC do BRINALDO DE ASSIS LEALRINAVereadorInaptoIndeferido
PTBSAMUEL DE VASCONCELOS SALESPROFESSOR SAMUELVereadorInaptoIndeferido
PENSEBASTIAO LAUDERI DE SOUSADERI CARNAUBAVereadorInaptoIndeferido
PPTEDSON FIRMINO DA SILVATEDSONVereadorInaptoIndeferido
PSDVIDAL CLEMENTINO DA SILVAVIDALVereadorInaptoIndeferido

Renúncia
1 prefeito
2 vice-prefeitos
72 vereadores

PartidoNome do CandidatoNome Candidato (Urna)CargoSitua??o CandidaturaDetalhe Candidatura
DEMADRIANA MARIA DA SILVAADRIANA MARIAVereadorInaptoRenúncia
PTBADRIANO M?RCIO DE SOUSA GUEDESFUBÁ DE ZÉ PEQUENOVereadorInaptoRenúncia
PSLAILTON JOSE DOS SANTOSAILTONVereadorInaptoRenúncia
PSBALIENE DE LIMA SANTOSALIENE DE ORLANDOVereadorInaptoRenúncia
PSOLANA MARIA DA SILVA CON?ALVESANINHAVereadorInaptoRenúncia
PC do BANA PAULA DE ARAUJOPAULAVereadorInaptoRenúncia
PMDBANICELY RODRIGUES DE SOUSAANICELY DE JOSILDOVereadorInaptoRenúncia
PSBANTONIO OLIMPIO NETONETO DE ASSISZINHOVereadorInaptoRenúncia
PRTBCARLOS ANT?NIO DA SILVACARLOS DO CONSIGNADOVereadorInaptoRenúncia
SDCARLOS SEVERINO DOS SANTOSCARLOS CURUR?VereadorInaptoRenúncia
PPCASSIA VIVIANE CAVALCANTECASSIA VIVIANEVereadorInaptoRenúncia
PSBCLAUDIO CESAR DA SILVACLAUDIOVereadorInaptoRenúncia
PMDBCLEMILDA CLAUDINO DE QUEIROZCLEMILDAVereadorInaptoRenúncia
PT do BCLOTILDE MARIA DA SILVACLOTILDEVereadorInaptoRenúncia
PRBDAMIÃO GARCIA DE ARAUJODAMAVereadorInaptoRenúncia
PSLDAYANE MARSICANO SILVADAYANEVereadorInaptoRenúncia
PHSDEB?RA LEITE DE SOUZADEB?RAVereadorInaptoRenúncia
PTNDELTON GLEY PEREIRA DE FARIASDELTON FARIASVereadorInaptoRenúncia
PPEDMILSON GOMES DE MELOEDMILSON DU-ROGERVereadorInaptoRenúncia
PSBEDNALDO MANOEL DOS SANTOSNALDO DE MARA?VereadorInaptoRenúncia
PPEDSON VICENTE DA SILVAEDSON DO SERROTE BAIXOVereadorInaptoRenúncia
PTEMANOEL SANTOS NASCIMENTOMANOEL SANTANAVereadorInaptoRenúncia
PT do BERIKA KELLY DA SILVA DE ANDRADEKELLYVereadorInaptoRenúncia
PDTESDRAS DO NASCIMENTOESDRAS DO NASCIMENTOVereadorInaptoRenúncia
PMDBEVA DA SILVA RUFINOEVAVereadorInaptoRenúncia
PPFABRICIO CUNHA MENDESFABRICIO MENDESVereadorInaptoRenúncia
PPFRANCISCO SOUTO FILHOFRANCISCO MOTO TAXIVereadorInaptoRenúncia
PSCGILMAR NOGUEIRA DA SILVADR GILMARVereadorInaptoRenúncia
PSBHEZRO OLIMPIO MAIA DA SILVAOLIMPIOVereadorInaptoRenúncia
PMDBIDACIO ALVES SOUTOIDÁCIO SOUTOPrefeitoInaptoRenúncia
PMDBIEDJA POLINEIDE NEVESPOLINEIDEVereadorInaptoRenúncia
DEMISILANDE CRISTINA DE ALMEIDA AGRAISILANDEVereadorInaptoRenúncia
PMDBIVANILDO JOSE DE LIMAIVANILDOVereadorInaptoRenúncia
PDTJOÃO CARLOS VIEIRA NETOJO?O CARLOSVice-prefeitoInaptoRenúncia
PSDJOÃO INACIO SOBRINHOJO?O BIANOVereadorInaptoRenúncia
PSDJORGE RODRIGUES SOARES DE SOUSASEU JORGEVereadorInaptoRenúncia
PSBJOSÉ CARNEIRO DA SILVA NETONETOVereadorInaptoRenúncia
PROSJOSÉ EDMILSON VICENTENININHOVereadorInaptoRenúncia
PRTBJOSÉ FRANCISCO ALVESJOSE IDELFONSOVereadorInaptoRenúncia
PTBJOSÉ FRANCUY LEITE JUNIORJ?NIOR DE T?T?Vice-prefeitoInaptoRenúncia
PT do BJOSÉ M?RCIO BARBOSA DOS SANTOSM?RCIO DE ANTONIO DE CI?OVereadorInaptoRenúncia
PTBJOSÉ OLIVEIRA LIMALUCAS DA PITANGAVereadorInaptoRenúncia
PPSJOSILENE ALVES DE LIMAJOSYVereadorInaptoRenúncia
PTBJOSINATO GOMES PROC?PIOJOSINATOVereadorInaptoRenúncia
PMDBJUCELIO FRANCISCO LAURENTINOJUCA MOTOSVereadorInaptoRenúncia
PPLAURO LAURINDO NETOLAURO NETOVereadorInaptoRenúncia
PHSLEONILSON DA COSTA AQUINOLEONILSON AQUINOVereadorInaptoRenúncia
DEMLUCIA DE FATIMA PESSOA CAMELOLUCINHAVereadorInaptoRenúncia
PTLUCILENE DA SILVA MENDESLUCILENEVereadorInaptoRenúncia
PC do BLUCINEIDE BRITO DA CUNHANEGUINHOVereadorInaptoRenúncia
PDTLUCIVANE BERNARDINO SILVALUCIVANEVereadorInaptoRenúncia
PTCLUIZ RICARDO DA SILVADI?CONO LUIZ RICARDOVereadorInaptoRenúncia
PMNMAC?RIO SILVA BARBOSAMANEZ?O MAC?RIOVereadorInaptoRenúncia
PMNMAIRLA RANIELLY GOMES LEITEMAIRLA GOMESVereadorInaptoRenúncia
PSLMANOEL FELIX DA COSTAMANOEL NENENVereadorInaptoRenúncia
PRMANOEL FERREIRA DE LIMAMIGUEL CAPIB?VereadorInaptoRenúncia
PMDBMANUEL MESSIAS RODRIGUES DOS SANTOSMESSEIAS DA INTERNETVereadorInaptoRenúncia
PSDBMARIA ADRIANA DA SILVAADRIANAVereadorInaptoRenúncia
PMDBMARIA DA SILVA JACINTOLICAVereadorInaptoRenúncia
SDMARIA DE FATIMA SOUSA NERIFATIMAVereadorInaptoRenúncia
PSBMIGUEL DE OLIVEIRA MARQUESMIGUEL MARQUESVereadorInaptoRenúncia
PRTBMURILO GUIMARAES LIMA BARRETOMURILO BARRETOVereadorInaptoRenúncia
PSBNEREIDE ARAUJO DA SILVANEREIDEVereadorInaptoRenúncia
PT do BNEWTO LELIS DE CARVALHO NETONEWTONVereadorInaptoRenúncia
PMDBPALOMA ROUSA PEREIRA DANTASPALOMAVereadorInaptoRenúncia
PTBPAULO GABRIEL DE OLIVEIRAPAULINHO PARAIBAVereadorInaptoRenúncia
PRBRISOMAR MAXIMINO DE MENDON?ARISOMAR MAXIMINOVereadorInaptoRenúncia
PSDBRITA MARIA DA CONCEI??ORITA DE LINDOVereadorInaptoRenúncia
PTNSAULO DE ARA?JO BRITOSAULO ARA?JOVereadorInaptoRenúncia
PTSEVERINA GOMES DE MORAISSEVERINAVereadorInaptoRenúncia
PT do BSHOSTENES DA SILVA FORMIGASHOSTENES DA SILVA FORMIGAVereadorInaptoRenúncia
PPLTALYTA COSTA FERREIRATALYTA FERREIRAVereadorInaptoRenúncia
PDTWELTON FRANCISCO DA SILVAWELTONVereadorInaptoRenúncia
PPWIGNA KELLES DE LIMAWIGNA KELLESVereadorInaptoRenúncia

Veneziano confirma Felipe Gaudêncio para vice em CG

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), confirmou nesta quinta-feira (4) o vice na chapa majoritária que será encabeçada por ele. Pouco depois de o DEM divulgar em convenção a indicação do administrador Felipe Gaudêncio para a composição, o postulante chancelou a indicação. Os nomes serão ratificados na convenção do partido, que vai acontecer nesta sexta-feira (5), último dia para as definições. Veneziano tenta voltar ao cargo depois de quatro anos e, para isso, terá pela frente cinco adversários, entre eles, o atual prefeito, Romero Rodrigues (PSDB).

Escolha

A escolha de Gaudêncio ocorreu por causa da indefinição do PP de Daniella Ribeiro. Veneziano sonhava em ter a filha da deputada, Marcella Ribeiro, mas o partido está inclinado a compor com Romero Rodrigues. O vice do tucano, inclusive, deve ser o ex-deputado e ex-prefeito Enivaldo Ribeiro. Para a disputa, o deputado terá ao seu lado quatro partidos. São eles PMDB, DEM, Pros e PTN. Antes da escolha de Felipe Gaudêncio, figuraram na lista de possíveis vices, além de Marcella e da própria Daniella, o nome de Tico Lira, também do PMDB, para o caso de chapa puro-sangue.

Felipe Gaudêncio ainda terá que brigar na Justiça para vencer a acusação de dupla filiação partidária. O problema é que ele se filiou ao DEM no dia 30 de março, porém, só comunicou ao antigo partido, o PSL, sobre a mudança de partido no dia 2 de abril. A Justiça Eleitoral, então, entendeu que ele está em dois partidos. O administrador recorreu da decisão e se diz otimista em relação à resolução do problema.

Salto alto: duas mulheres encabeçam chapa em Mamanguape

Eunice e BayUm fato curioso marcará a disputa pela sucessão na prefeitura de Mamanguape, comandada atualmente por Eduardo Carneiro (PR). A chapa apoiada pelo governador socialista Ricardo Coutinho, na cidade, será comandada pela professora Maria Eunice (PSB), que terá a empresária Baby Helenita (PRTB) na condição de vice. Essa é a segunda vez que a aliada do governador tenta chegar ao comando da prefeitura. Em 2012, ela conquistou 10.407 votos no pleito vencido por Carneiro, que recebeu 12.522 votos naquela oportunidade.

As mulheres representam 52,7% do eleitorado paraibano, apesar disso, há baixa representatividade delas na política. Só para se ter uma ideia, em 2012, apenas 21% dos gestores eleitos no pleito eram do sexo feminino. A mesma realidade é presenciada nas Câmaras Municipais e na Assembleia Legislativa. Na Câmara da capital, foram eleitas duas mulheres e 25 homens. Já na Assembleia, das 36 cadeiras, apenas três foram ocupadas por mulheres após o fechamento das urnas, em 2014.

PT sairá sozinho para a disputa em dez capitais do país

Convenção do PTO PT de João Pessoa não é um ponto fora da curva na organização da sigla para a disputa das eleições municipais nas capitais. O partido terá candidatura própria em 20 das 26 capitais. Só que, delas, dez terão candidatura puro-sangue, por falta de aliados, revela levantamento da Folha de São Paulo. Por aqui, o professor Charliton Machado terá Nelson Lira na vice. Machado diz que o grande esforço da militância, neste caso, é pelo resgate do legado dos governos do ex-presidente Lula e da presidente afastada Dilma Rousseff, ambos petistas. A exceção é o prefeito de Rio Branco (AC), Marcus Alexandre, que terá 14 partidos na sua base. No caso da Paraíba, a direção estadual do partido proibiu as coligações com partidos que votaram a favor do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

 

Renúncia de João Azevedo: diretório municipal se reúne na quarta

O secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos da Paraíba, João Azevedo (PSB), desistiu de disputar a prefeitura de João Pessoa, dizem, em off, lideranças socialistas. Informações de bastidores revelam que a dificuldade de decolar nas pesquisas e o período de campanha mais curto teriam desestimulado o gestor escolhido pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) para tentar impedir a reeleição de Luciano Cartaxo (PSD). Uma reunião será realizada pelo diretório municipal do partido, na próxima quarta-feira (27), para oficializar a saída. Ainda não há um nome de consenso na sigla para encarar a disputa, apesar de a deputada Estela Bezerra ser a opção mais forte.

Secretário João Azevedo. Foto: Francisco França

Secretário João Azevedo. Foto: Francisco França

De acordo com informações de bastidores, as pesquisas internas realizadas pelo partido sinalizaram para a dificuldade de a postulação de Azevedo decolar. A nova legislação eleitoral, que reduziu o tempo de campanha, também surgiu como complicativo para retirar uma postulação do zero e torná-la competitiva. Antes, os candidatos tinham 90 dias para fazer campanha de rua e 45 dias para os guias eleitorais e rádio e TV. Agora, o período de campanha foi reduzido para 45 dias e o guia eleitoral será restrito a 35 dias. Ou seja, os nomes menos conhecidos terão muita dificuldade de prosperar.

 

As especulações ganharam força também por causa de episódios colocados na conta de indicativos da desistência. O postulante não atualiza suas páginas nas redes sociais desde o dia 16 deste mês. Além disso, diferente do que seria natural, não participou de nenhuma forma da comemoração pelo aniversário do maior bairro da capital, Mangabeira, ocorrido no último sábado (23). Dirigentes de siglas como o PPS, por exemplo, não fecharam questão em relação ao apoio ao socialista. Nesse contexto, postulações como a de Manoel Júnior (PMDB) começam a ganhar força.

Os nomes mais prováveis para assumir a missão é o da deputada estadual Estela Bezerra, porém, a parlamentar não tem demonstrado interesse. “Ela está se sentindo bem na Assembleia”, disse um aliado. A socialista foi a candidata do PSB na disputa da prefeitura em 2012 e ganhou know-how. Tem um nome mais conhecido que o de Azevedo. Além dela, surgem como possibilidade os nomes do deputado estadual Gervásio Maia (PSB) e a secretária de Desenvolvimento Humano, Cida Ramos.

PT de João Pessoa oficializa Charliton Machado para disputa eleitoral

Deu o esperado. O Partido dos Trabalhadores decidiu na noite desta terça-feira (26) confirmar o nome do presidente estadual da sigla, Charliton Machado, para a disputa da prefeitura de João Pessoa. Em resolução aprovada, a direção da sigla justificou a disputa como oportunidade para defender o legado petista. O professor universitário também se apresenta como opção partidária para qualificar o debate eleitoral e liderar uma alternativa política e um bloco de forças sociais e partidárias, que apontem para a construção da João Pessoa que tantos sonham.

Confira a Resolução do partido:

 

PARTIDO DOS TRABALHADORES – PT
DIRETÓRIO MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA

Resolução Política n. 01/2016

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores – DM/PT-JP reunido em 26/01/2016, no uso das atribuições que lhes são conferidas pelo estatuto partidário, bem como no que concerne às eleições municipais deste ano e considerando que:

I – O PT é um partido com inserção política e social no município de João Pessoa, de raízes populares e com forte articulação com os movimentos sociais, tendo lançado candidatura majoritária na cidade em sete das oito eleições municipais desde 1985.

II – O partido dispõe de nomes, experiência administrativa e propostas que lhe credenciam a estar no centro do debate sobre os rumos da cidade. O governo municipal, na atual conjuntura, se resume a executar programas do governo federal. Além disto, deixa de captar recursos em muitas áreas, como, por exemplo, a mobilidade urbana e não aplica recursos já destinados, a exemplo de emendas parlamentares, configurando incapacidade de gestão pública. Atualmente, a cidade de João Pessoa, apesar de sua considerável arrecadação, encontra-se completamente incapaz de realizar investimentos com recursos próprios.

III – O programa de gestão da cidade eleito em 2012 foi construído a partir de reuniões setoriais com diversos segmentos da sociedade, incorporando sugestões de várias forças políticas, sociais e contribuições de especialistas, por meio de eventos como o “Inova João Pessoa” e finalmente apresentado pelo Partido dos Trabalhadores.

IV – Ao romper com praticamente todos os aliados que projetaram a sua candidatura e deixar o PT, guiando-se por um projeto político conservador, o atual prefeito desprezou o programa vitorioso no pleito que o elegeu, legitimado pela maioria do eleitorado.

V – João Pessoa não pode ficar premida, por um lado, entre um presente conservador e, por outro lado, por uma visão meramente gerencial de governo, precisando formular propostas e apontar alternativas que indiquem para uma cidade mais humana, com qualidade de vida, serviços públicos universais e de qualidade, e participação efetiva dos cidadãos e cidadãs no planejamento de seus rumos e suas prioridades.

Resolve:

a)         Deliberar pelo lançamento de candidatura própria para prefeito de João Pessoa nas eleições de outubro próximo, assegurando o debate nas instâncias e o direito estatutário de qualquer outro filiado ou filiada a pretensão de pré-candidatar-se, observando o calendário de definição de tática eleitoral de 2016.

b)         Priorizar a construção de um programa de governo atualizado com os atuais e futuros desafios do desenvolvimento urbano, em sintonia com as mais avançadas experiências que estão sendo desenvolvidas no Brasil e do mundo na perspectiva de uma cidade sustentável.

c)         Apresentar o nome do professor da UFPB, Charliton Machado, como pré-candidato a prefeito. Educador, pesquisador, gestor da educação e ativista das lutas por direitos sociais, Charliton apresenta-se como uma opção partidária visando qualificar o debate eleitoral e liderar uma alternativa política e um bloco de forças sociais e partidárias que aponte para a construção da João Pessoa com que tanto sonhamos.

d) Eleger o vice-presidente Anísio Maia Filho como coordenador da chapa de proporcionais do PT.

e) Organizar uma agenda de plenárias e debates com filiados e a sociedade civil sobre os problemas e soluções para a cidade de João Pessoa, intitulada de “Dialoga João Pessoa’. A primeira plenária ocorrerá em 20/02, no bairro dos Bancários.

João Pessoa, 26 de janeiro de 2016.

DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PT/JP

Manoel Júnior terá que vencer adversários internos no PMDB

O deputado federal Manoel Júnior é o pré-candidato do PMDB a prefeito de João Pessoa. Ele diz isso enquanto presidente municipal da sigla e o senador José Maranhão repete, enquanto comandante da sigla no Estado. Até aí, só maravilha para o projeto pessoal do parlamentar. O problema, mesmo, é a postura de grande parte do partido, que trabalha para puxar o tapete do correligionário e entregar a sigla, com seu tempo de TV, como prêmio para o governador Ricardo Coutinho (PSB). Coutinho tenta emplacar o secretário João Azevedo para a disputa.

MANOELjunior_Wendel Lopes_1

A “rebelião” dentro do partido tem muitos artífices. O deputado estadual Gervásio Maia se move pelo desejo de ser vice em uma eventual composição. O deputado Nabor Wanderley espera a manutenção do apoio do PSB a Francisca Motta, em Patos, assim como o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo nutre o desejo de ter Ricardo Coutinho no seu palanque, em Campina Grande. Mas não para por aí. O deputado estadual Trocolli Júnior, enquanto secretário estadual de Articulação, tem trabalhado para tirar Manoel Júnior da parada.

Todo trabalho do grupo averso a Manoel Júnior pode ir por água abaixo, caso José Maranhão faça sinal negativo. Afinal, como Júnior tem o comando em João Pessoa, só o Diretório Estadual poderia inviabilizar a candidatura. O senador, no entanto, tem feito jogo duplo. Dá corda na candidatura para ver se ela decola, para não ser acusado depois de inviabilizar a disputa, mas ao mesmo tempo cativa uma relação amistosa com o governador. Foi uma operação desencadeada pelo Palácio da Redenção que permitiu a posse da sobrinha dele, Olenka Maranhão, na Assembleia Legislativa.

Ou seja, Manoel Júnior precisa ficar com um olho aberto e outro também para não sofrer uma rasteira.