PP deve lançar Marcella Ribeiro para vice, caso Daniella deixe o processo

DaniellaeMarcella (1)Que o PP é a “noiva” preferida para a composição nas chapas majoritárias em Campina Grande não é novidade para ninguém. A própria deputada estadual Daniella Ribeiro se apresentou como pré-candidata e, em nome disso, disse não às propostas de vice formuladas por Romero Rodrigues (PSDB), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Adriano Galdino (PSB) e Arthur Bolinha (PPS). Ela foi candidata a prefeita em 2012 e só entraria na corrida eleitoral se fosse como protagonista, um cenário cada vez mais difícil, apesar de não estar totalmente descartado. Caso seja, cresce na bolsa de apostas para vice o nome de Marcella Ribeiro, de 25 anos, filha da deputada.

O nome dela é bem aceito entre os pré-candidatos. Daniella é formada em Direito e está concluindo o mestrado em Direito Político e Econômico na Mackenzie, em São Paulo, onde atua na linha de pesquisa transparência pública e democracia participativa. Além disso, já morou na Inglaterra, nos Estados Unidos e possui militância política. Na campanha de 2012 foi a coordenadora da juventude pepista na campanha encabeçada pela mãe para prefeita de Campina Grande. As conversas sobre a composição estão sendo encabeçadas pelo presidente estadual do partido, Enivaldo Ribeiro, e pelo deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP).

Na bolsa de apostas do PP, pessoas próximas a Daniella Ribeiro veem uma composição mais próxima do prefeito Romero Rodrigues, que vai disputar a reeleição. Na semana passada, ele esteve em Brasília, onde cumpriu agenda com Aguinaldo Ribeiro. Veneziano Vital do Rêgo também tem ampliado o diálogo, refazendo um laço desfeito por causa de brigas políticas entre as duas famílias, que possuem ligação familiar. Adriano Galdino corre por fora e tenta uma composição através do governador Ricardo Coutinho (PSB). De certo, no PP, apenas o lançamento de outro filho de Daniella, Lucas Ribeiro, para a Câmara Municipal.

 

 

Assediada, Daniella promete definição sobre eleições em Campina Grande

A deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) não nega para ninguém que gostaria de disputar novamente a prefeitura de Campina Grande. Ela fez isso em 2012 e acha que poderia ser mais bem sucedida neste ano. O problema é que, espremida por candidaturas reforçadas pela máquina municipal ou estadual ou mesmo com forte recall eleitoral, ela tem sofrido muito assédio para desistir ou mesmo aceitar a condição de vice, opção que a parlamentar descarta de pronto. Diz que o tema não está em discussão. Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Romero Rodrigues (PSDB) e Adriano Galdino (PSB) já procuraram a pepista. O diálogo, em geral, tem ocorrido através do presidente estadual da sigla, Enivaldo Ribeiro ou do deputado federal Aguinaldo Ribeiro. Daniella promete uma posição para os próximos dias.

Daniella Ribeiro

Daniella Ribeiro está indecisa sobre pré-candidatura

Filha de Antônio Barros desmente prefeitura de Campina Grande

A filha do casal de artistas Antônio Barros e Cecéu desmentiu, nesta terça-feira (28), a justificativa da prefeitura de Campina Grande para o cancelamento do show da dupla de forrozeiros. A informação oficial divulgada pelo poder público municipal era de que Antônio Barros estava doente e, por isso, a atração principal da terça seria mudada para a banda “Solteirões do Forró”. Chateada, Mayra Barros, que cuida da carreira do casal, usou as redes sociais para o desmentido. O artista diz que cancelou o espetáculo por causa da resistência da prefeitura de pagar o cachê adiantado, praxe adotada pelos grandes artistas para se vacinarem contra “calotes”. O que surpreende, ainda, é a revelação de Antônio Barros de que não havia contrato assinado, apenas um acordo verbal. Talvez por isso, pelo menos três outros artistas tenham cancelado a participação no Maior São João do Mundo. O blog entrou em contato com a Coordenação de Comunicação da prefeitura de Campina Grande e ainda aguarda a resposta.

Confira a postagem

IMG-20160628-WA0026

Sem garantia de pagamento, Antônio Barros e Cecéu cancelam show em CG

A dupla de forrozeiros Antônio Barros e Cecéu postou mensagem nas redes sociais na tarde desta terça-feira (28) anunciando que não vai mais tocar no “Maior São João do Mundo”, em Campina Grande. Eles seriam a principal atração da noite. Na nota, os artistas afirmaram que não aceitaram a proposta de subir ao palco para receber o cachê apenas depois da apresentação. A praxe entre os artistas de maior renome é receber antes do show. No início do mês também houve o cancelamento do show das “Coleguinhas”.

Antonio Barros e Cecéu

A dupla pede aos fãs que compartilhem a mensagem, alegando que, apesar da previsão do espetáculo na programação do São João de Campina Grande, houve apenas conversações, sem nenhuma “definição contratual e legal sobre esse anúncio”, o que é bastante preocupante. Com a ausência da dupla, a prefeitura divulgou como atração principal para a noite o show da dupla “Solteirões”. Curiosamente, a falta de contrato também foi alegada pelos empresários de Wesley Safadão, durante a polêmica dos altos cachês.

Dentro da programação desta terça, na Pirâmide, a animação vai ser por conta das apresentações de Andorinha, Hugo Sanfoneiro e Firma Milionária. Já no Palco de Zé Lagoa os forrozeiros contam
com a participação de Pepysho Neto, Diomedes Filho e Carlos Perê. Os trios Almirantes do Forró, Estrela do Forró e Taboca se apresentam na Palhoça de Seu Vavá, enquanto que na Palhoça de Zé Bezerra a agitação vai ficar a cargo dos trios Andorinha e Gaviões do Nordeste, além da Banda Forró Campina.

O blog entrou em contato com a Coordenação de Comunicação da prefeitura, mas não houve resposta até a publicação desta matéria.

Daniella Ribeiro trabalha para consolidar pré-candidatura em Campina Grande

Daniella RibeiroA deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) quer distância da condição de “namorada” no processo eleitoral de Campina Grande. A parlamentar disputou a eleição, em 2012, quando encontrou muitas dificuldades para consolidar seu nome por causa de demandas judiciais que dificultaram o seu desempenho nas urnas. Agora o momento é outro. Mesmo assim, ela evita fechar questão sobre o tema. Diz que definirá o seu futuro em breve, talvez ainda neste mês. Quer ser candidata, mas sabe que não pode demorar muito para se decidir. Pelo caminho, muito assédio dos pré-candidatos “adversários” Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Romero Rodrigues (PSDB), Arthur Bolinha (PPS) e Adriano Galdino (PSB), todos em busca do apoio do PP.

Daniella evita qualquer ilação sobre um eventual apoio a uma das pré-candidaturas postas. Ela crê na possibilidade de se consolidar como uma terceira via, dentro de uma conjuntura de desgaste do confronto entre os grupos de Veneziano e Romero. “Há espaço para uma terceira via e vamos discutir isso”, diz a deputada, demonstrando empolgação com uma possível candidatura, apesar de tratá-la como algo ainda em processo, mas que poderá ser consolidado. Na Assembleia Legislativa, Ribeiro milita na bancada contrária ao governador Ricardo Coutinho (PSB) e tem discurso maduro sobre o seu mandato. Os ingredientes indicam para uma candidatura própria, porém, tudo pode ocorrer próximo dias.

Cássio é vaiado no Parque do Povo na abertura do São João

Vai uma grande dica para os políticos: não topem fazer discurso durante festas públicas, mesmo que seus assessores insistam muito. O risco de vaia e consequente desgaste por causa disso é muito grande. Um exemplo do tipo foi visto nesta sexta-feira (3), em Campina Grande, na abertura do São João. O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), líder da sigla tucana no Senado, foi vaiado no seu principal reduto eleitoral, cidade já governada por ele em três oportunidades e comandada atualmente por um aliado, o prefeito Romero Rodrigues (PSDB).

Ao dar início ao seu discurso, o senador foi vaiado por uma grande parte do público e acabou batendo boca com as pessoas que estavam no Parque do Povo para assistir aos espetáculos. Visivelmente contrariado, disse que os manifestantes eram jovens, idealistas, mas defendiam o governo mais corrupto que o país já teve, em referência à presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Não adiantou, as vaias foram ainda maiores. Podia ter se inspirado em Dilma. Desde a Copa das Confederações, em 2013, ela deixou de discursar em eventos sem público escolhido a dedo.

No palanque, além de Cássio estavam o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) e os estaduais Tovar Correia Lima, Bruno Cunha Lima e Camila Toscano, todos do PSDB, além do ex-deputado federal Ruy Carneiro (PSDB). O discurso aconteceu pouco depois da meia-noite, após o show Flávio José.

A lição serve para todos…

 

Prefeitos se preparam “cobrança” para ministros em Campina Grande

A vinda de dois ministros do governo provisório para participar do Seminário Cidade Expressa, que ocorre no Teatro Facisa, em Campina Grande, nesta sexta-feira (3), tem movimentado a política paraibana. São esperados no evento os titulares da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, e das Cidades, Bruno Araújo. O prefeito campinense, Romero Rodrigues (PSDB), preparou uma programação para os auxiliares do presidente interino Michel Temer (PMDB-SP), que vai de visitas a obras, pedidos para a liberação de recursos e, claro, a participação na abertura do São João. A agenda dos ministros poderá contar também com a participação do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), porém, a visita ainda não foi confirmada.

Bruno araújo

Bruno Araújo é ministro das Cidades

Colega de partido de Araújo, Romero Rodrigues pretende levá-lo para visitar obras na Alça Leste, Avenida Argemiro de Figueiredo, Complexo Aluízio Campos (4.100 casas) e nos canais de Bodocongó e da Ramadinha. No Seminário Cidade Expressa, o prefeito também vai apresentar uma prestação de contas do Plano de Mobilidade Urbana. Com Kassab, o gestor vai apresentar projetos e pedir a liberação de recursos destinados às áreas de ciência e tecnologia, notadamente para a instalação de um planetário em Campina Grande. Os dois ministros também vão participar da abertura do São João. O Seminário Cidade Expressa vai acontecer das 8h às 13h, no Teatro Facisa.

Gilberto Kassab comanda a Ciência e Tecnologia

Gilberto Kassab comanda a Ciência e Tecnologia

 

Romero Rodrigues ameaça privatizar abastecimento de água em Campina Grande

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), anunciou que vai privatizar os serviços de bastecimento de água e coleta e tratamento de esgotos em Campina Grande, caso a Cagepa insista no corte do fornecimento de água para repartições públicas. A companhia divulgou nota nesta semana anunciando uma dívida de R$ 60 milhões da prefeitura e deu prazo até esta quinta-feira (28) para que o débito seja quitado. O prefeito acusa o governo do Estado de estar transformando o caso em fato político. Apenas prédios que prestem serviços essenciais, como escolas e hospitais terão o fornecimento de água mantido. Rodrigues disse que vai apenas esperar a notificação, para que o processo de municipalização dos serviços seja colocado em prática. A concessão da prefeitura com a Cagepa venceu no ano passado.

 

 

Galdino diz que candidatura em CG é para valer e não poupa Veneziano

A plenária do PSB, nesta segunda-feira (14), em Campina Grande, serviu de recado não apenas para o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), candidato à reeleição. Foi também uma ducha de água fria para o peemedebista Veneziano Vital do Rêgo. O deputado federal tem visto o seu leque de apoios minguar por causa da postulação socialista, surgida como retaliação à apresentação da postulação do PMDB em João Pessoa, com Manoel Júnior como candidato a prefeito.

Convencao do PSB em CG

O presidente da Assembleia Legislativa e pré-candidato do PSB a prefeito de Campina Grande, Adriano Galdino (PSB), diz trabalhar para puxar rumo ao seu arco de alianças todos os partidos da base de apoio do governador Ricardo Coutinho (PSB), o que esvaziaria a postulação de Veneziano. Por isso, a plenária contou a participação de 14 deputados estaduais, alguns deles presidentes de partidos. Muitos, a exemplo de Tião Gomes (PSL) e Caio Roberto (PT), que já garantiram apoio.

Estavam no evento dirigentes como Napoleão Maracajá, do PCdoB; Maria da Luz, do PRP, e Genival Matias, do PTdoB. “Acho que iremos preencher um vácuo político em Campina Grande, com um discurso objetivo, real e concreto”, enfatizou Adriano Galdino, reforçando que a cidade terá pela primeira vez um prefeito com discurso centrado também na experiência de vida, de quem já foi pobre.

“Essa candidatura terá a coragem de não apenas defender o governador Ricardo Coutinho, como trambém trazer para a gestão municipal as grandes conquistas estaduais, tais como Cidade Madura, programa Escola de Valor e Orçamento Democrático”, enfatizou Adriano Galdino, que se apresenta como contraponto a Romero Rodrigues e Veneziano Vital do Rêgo por ser, segundo ele, uma pessoa vinda do povo e que sabe o que é crescer na dificuldade.

No evento, discursaram Adriano Galdino, o vereador de Campina Grande, Murilo Galdino; o deputado estadual Buba Germano e o governador Ricardo Coutinho. “Adriano Galdino vai continuar condução do projeto que nós construímos aqui dentro de Campina e isto tem um importância muito grande. Nós queremos olhar para o povo de Campina Grande e estabelecer um diálogo democrático, cidadão, um diálogo de participação. Política não tem que ser feita por grupos, tem que ser feita pelo povo”, ressaltou o governador.

Veneziano gruda em Ricardo Coutinho durante agenda em Campina Grande

Se a esperança é a última que morre, o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) tenta comprovar que o ditado popular tem força transformadora. Dois dias depois de o PSB ter decidido pelo lançamento de candidatura própria em Campina Grande, o parlamentar gruda no governador socialista Ricardo Coutinho em agendas na Rainha da Borborema. Ele confirmou presença na solenidade de assinatura da Ordem de Serviço para pavimentação da Avenida João Suassuna. A solenidade será às 11h, ao lado do número 1835, próximo à Igreja do bairro Monte Santo. No evento, o pré-candidato do PSB, Adriano Galdino, também estará presente.

Veneziano Ricardo

Também nesta segunda-feira, em Campina Grande, eles farão visita às obras do Parque Bodocongó, às 16h; e às obras do entorno do Estádio Governador Ernani Sátiro, ‘O Amigão’, às 16h30. Como Galdino também estará por lá, vai ter pré-candidato se acotovelando para posar para as fotos ao lado de Ricardo.