Executivo 0:35

Cícero e Nilvan no 2º turno: onde foi parar o eleitor de esquerda de João Pessoa?

Após quatro eleições vitoriosas em João Pessoa, esquerda vê o eleitorado minguar

 

O primeiro turno das eleições deste ano mostrou que o eleitorado de esquerda de João Pessoa minguou. Depois de quatro eleições vitoriosas, os candidatos progressistas não conseguiram mais que 12% dos votos, contando todos eles. Melhor para o ex-senador Cícero Lucena (PP) e para o comunicador Nilvan Ferreira (MDB). Ambos conseguiram votos suficientes para ir ao segundo turno.

Cícero conseguiu 20,72% dos votos, enquanto Nilvan conquistou 16,61%. As baixas votações dos escolhidos para ir ao segundo turno neste ano se devem, em parte, à grande pulverização de candidaturas. Surpreende, no entanto, o crescimento acentuado da direita e da extrema-direita na capital. Isso por que os candidatos que pontuaram melhor vestem o figurino que pouco ou nada lembram a esquerda.

O deputado Ruy Carneiro (PSDB), por exemplo, bateu na trave e chegou a ameaçar a vaga de Nilvan. Ele conseguiu 16,37% dos votos, seguido de Wallber Virgolino (Patriota), que conseguiu 13,92%. Depois dele, apareceu a candidata do prefeito Luciano Cartaxo (PV), Edilma Freire, do mesmo partido. Ela conquistou 12,93% dos votos. O candidato identificado com a esquerda mais bem posicionado foi Ricardo Coutinho (PSB). Ele conquistou 10,63% dos votos.

Os candidatos que buscaram o voto da extrema-direita também não conseguiram reverter isso em apoio. Além de Virgolino, Raoni Mendes (DEM) também tentou colar a imagem na do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele conseguiu 4,27% dos votos. Já João Almeida (SD) conseguiu apenas 1,73%.

Da esquerda, o contestado Anísio Maia (PT) conseguiu apenas 1,49% dos votos. Ítalo Guedes (Psol), Rafael Freire (UP), Carlos Monteiro (Rede), Rama Dantas (PSTU) e Camilo Duarte (PCO) não conseguiram atingir um ponto percentual. Apesar de ser do PV, Edilma Freire não se apresentou durante a campanha como uma candidata da esquerda.

 

Entre 2004 e 2020, a prefeitura foi comandada por Ricardo Coutinho, Luciano Agra e Luciano Cartaxo. A partir do ano que vem, seja qual for o resultado da eleição, o prefeito será de direita.

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    Thiago Melo

    E a pergunta que não quer falar, não foi respondida haha pra onde foram os votos historicamente da esquerda?

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *