Conteúdo 16:14

Afastado pela Pés de Barro, Bosco “entra na campanha” em Uiraúna

Prefeito afastado mobiliza antigos fornecedores da prefeitura e pede voto para Leninha, sua antiga adversária

Bosco Fernandes foi afastado do cargo por suposto recebimento de propinas. Foto: Reprodução

 

Não poderia, mas informações de bastidores a que o blog teve acesso dão conta de que o prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco (PSDB), mergulhou de cabeça na campanha eleitoral deste ano. Fotos e vídeos mostram que o gestor, principal alvo da Polícia Federal na operação “Pés de Barro”, tem reunido fornecedores da prefeitura e pedido apoio para a candidata de oposição, Leninha Romão (PP).

Bosco foi preso no dia 21 de dezembro do ano passado, como consequência da deflagração da operação da PF. Para quem não lembra, se trata daquele prefeito flagrado colocando na cueca R$ 25 mil de propinas pagas por um empresário. Ele deixou a cadeia no meio deste ano, com a obrigação de cumprir medidas cautelares.

Bosco é proibido de encontrar qualquer servidor da prefeitura ou desenvolver atividades relacionadas com a administração municipal. As fotos e vídeos que mostram ele se encontrando com fornecedores da prefeitura e o trabalho de pedido de voto porta a porta, portanto, é visto por aliados e adversários como “comportamento de risco”.

 

A operação Pés de Barro investiga acusações de peculato, lavagem de dinheiro, fraude licitatória e formação de organização criminosa. O blog apurou que um dossiê está sendo elaborado por adversários para ser remetido à Polícia Federal.

O caso investigado pela PF era conduzido pelo ministro Celso de Mello. com a aposentadoria dele, o caso deve ficar a cargo do ministro Nunes Marques, empossado recentemente.

TAGS:

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *