Executivo Vídeos 22:04

Calvário: suspeito de tentar ocultar celular durante busca é preso pela PF

À PF, Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama Filho revelou que deixou o celular em vaso de plantas enquanto rezava

Celular foi encontrado enterrado em vaso de planta durante busca. Foto: Reprodução/G1

 

A Polícia Federal cumpriu mandado de prisão no inicio da noite desta quarta-feira (28) contra o ex-assessor do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama Filho. Ele foi alvo de busca e apreensão nesta terça-feira e, durante a abordagem, teria tentado ocultar um celular no vaso de uma planta, no apartamento onde mora. A prisão foi determinada pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Sérgio Ricardo é filho de outro ex-assessor do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Arthur Cunha Lima. Trata-se de Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama. ambos foram alvos da nona fase da operação Calvário, desencadeada nesta terça com participação do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, Ministério Público Federal, Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU).

De acordo com informações colhidas pelo blog, a prisão foi determinada cautelarmente por causa da suposta tentativa de ocultação de provas por parte do suspeito. A nona fase da Calvário investiga indícios de lavagem de dinheiro na relação do conselheiro Arthur Cunha Lima com agentes públicos e com a Cruz Vermelha Brasileira. O nome dele foi delatado pelo mandatário da CVB, Daniel Gomes da Silva, que alegou ter acertado paramento de R$ 500 mil para evitar a rejeição das contas do Hospital de Trauma, administrado pela Organização Social.

Durante a ação de busca na cada de Gama Filho, os agentes perguntam se haveria outras coisas escondidas. Ele diz que não e justifica, dizendo que estava rezando no local. Depois, indica um celular que estaria entre as plantas. De acordo com as investigações, Sergio Ricardo Ribeiro Gama e Sergio Ricardo Ribeiro Gama Filho ocuparam o cargo de chefe de gabinete de Arthur Cunha Lima no Tribunal de Contas da Paraíba. Os investigadores dizem ter reunido elementos que apontam movimentações financeiras entre os investigados, o conselheiro e o filho dele, Arthur Cunha Lima Filho.Quer receber todas as notícias do blog? Basta clicar no link abaixo e se cadastrar para receber notícias automáticas no WhatsApp.

https://chat.whatsapp.com/LjSHneKlLUKKzBM0oa0Lpd

 

 

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *