Executivo 8:22

Afastado pela Justiça do comando do partido, “interventor” do PT é exonerado do Estado

Cícero Legal é ligado ao secretário de Agricultura Familiar, Luiz Couto, mas não quis seguir indicação do governo

Cícero Legal foi exonerado do Estado pelo governador João Azevêdo. Foto: Divulgação

 

Como se diz no ditado, depois da queda, o coice. É mais ou menos isso o que tem acontecido com o petista Cícero Gregório de Lacerda Legal. Ele foi escolhido pelo Diretório Nacional do PT como presidente da Comissão Interventora que tomou conta do Diretório Municipal, na semana passada. Acontece que uma semana depois, ele foi afastado do cargo pela Justiça. De quebra, foi exonerado do governo do Estado.

É bem verdade que no caso do governo do Estado, a exoneração registrada nesta quarta-feira (21) no Diário Oficial do Estado, foi a pedido. Ele mesmo informou que pediria para sair do cargo de assessor da Secretaria de Agricultura Familiar. Mesmo assim, colocou o “dirigente” na condição de quem não conseguiu uma coisa nem outra. A Comissão Interventora tinha o objetivo de tentar “salvar” a aliança com o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

O Diretório Nacional bancou a aliança com os socialistas, mas o Municipal decidiu manter a candidatura própria, com Anísio Maia encabeçando a chapa. Ele tem como vive o empresário Percival Henriques (PCdoB). O petista ganhou uma briga com a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, que, recentemente, acusou Anísio de ser o candidato do “governador (João Azevêdo) e da direita de João Pessoa”.

Quer receber todas as notícias do blog? Basta clicar no link abaixo e se cadastrar para receber notícias automáticas no WhatsApp.

https://chat.whatsapp.com/LjSHneKlLUKKzBM0oa0Lpd

 

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *