Legislativo 11:45

Sessão na Câmara Municipal de Cacimbas termina em pancadaria

Vereadores votaram os relatórios da LDO e da LOA e tinham na pauta o rateio de recursos do Fundeb

Uma sessão realizada na Câmara Municipal de Cacimbas, no Sertão paraibano, terminou em pancadaria neste domingo (20). Um funcionário da Casa foi agredido e empurrado contra uma porta de vidro, que estilhaçou. O tumulto só foi controlado com a chegada da Polícia Militar, chamado pelo presidente da Câmara, José Pereira (PSB). O confronto foi iniciado após discordâncias da vereadora Eliziana Arruda (PSDB) com um projeto que discutia o rateio de recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para professores da rede municipal.

A parlamentar era a única entre os quatro membros da oposição a comparecer ao plenário neste domingo. A pauta previa, também, a votação dos relatórios da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA). Eliziana, no entanto, não quis votar as duas matérias relacionadas às questões orçamentárias. Ela alegou, para isso, não ter integrado a comissão criada para discutir os temas.

Houve embates durante a discussão das matérias, porém, o clima esquentou mesmo quando a discussão passou a girar em torno do rateio dos recursos do Fundeb. Quando a vereadora se apresentou para votar, o chefe de gabinete José Clênio, ligado ao presidente da Câmara, José Pereira (PSB), ironizou a participação da vereadora. Ele questionou se para votar essa matéria em específico, ela já era da comissão. Foi neste momento que a confusão teve início e terminou em pancadaria.

De acordo com o relato da polícia, sem gostar da “provocação” do servidor da Câmara, o marido da vereadora, José Arruda Cruz, partiu para o confronto físico com o profissional. O vídeo mostra o momento em que ele acerta um soco no rosto de Clênio, que cai. Uma porta de vidro foi destruída. O presidente da Câmara, então, encerrou a sessão e chamou a polícia. O caso foi acompanhado pela guarnição da 4ª Companhia da Polícia Militar, comandada pelo tenente Anselmo Duarte. A votação só aconteceu após a chegada da polícia.

Quer receber todas as notícias do blog? Basta clicar no link abaixo e se cadastrar para receber notícias automáticas no WhatsApp.

https://chat.whatsapp.com/LjSHneKlLUKKzBM0oa0Lpd

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *