Executivo Vídeos 10:57

Chateado com propostas da equipe econômica, Bolsonaro desiste do Renda Brasil

Bolsonaro rechaçou em vídeo as propostas da equipe econômica que tiravam direitos dos pobres para dar aos paupérrimos 


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cansou de esperar da equipe econômica uma proposta viável para a criação do Renda Brasil. O programa iria substituir o Bolsa Família, porém, o gestor demonstrou impaciência em relação ao que foi apresentado até agora para viabilizar o projeto. Em todas as propostas indicadas para bancar o benefício de R$ 300, a medida exigiria criação de impostos ou supressão de direitos dos mais pobres.

As medidas, lógico, vinham ganhando destaque nas manchetes dos jornais. Por conta disso, o presidente anunciou que não quer ouvir falar de Renda Brasil até 2022. Disse ainda que dará “cartão vermelho” para os membros da equipe econômica que sugerirem tirar recurso dos pobres para dar aos “paupérrimos”. “Até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família. E ponto final”, afirmou.

Desde que o presidente falou da ideia de criar o programa Renda Brasil, a equipe econômica já falou em cortar as restituições do imposto de renda, acabar com o pagamento do PIS, congelar aposentadorias e na criação de impostos. Todas elas foram criticadas pela opinião pública e, posteriormente, rechaçadas pelo presidente.

 

 

Quer receber todas as notícias do blog? Basta clicar no link abaixo e se cadastrar para receber notícias automáticas no WhatsApp.

https://chat.whatsapp.com/LjSHneKlLUKKzBM0oa0Lpd

 

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *