Trauma fica sem médicos, MPT acusa cooperativa e ameaça acionar a Polícia Federal

Procurador alega que médicos foram ameaçados para não aceitarem contrato com o hospital