Executivo 11:04

O peso de 2022 na composição das alianças deste ano em João Pessoa e Campina Grande

Apoiadores posam de “noivas”, mas exigem compromisso dos pretendentes para o matrimônio

João Azevêdo, Luciano Cartaxo, Romero e Daniella Ribeiro são virtuais candidatos ao governo em 2022. Foto: Divulgação/Montagem

A disputa eleitoral deste ano tem chamado a atenção pelo que ela pode influir nos arranjos para 2022. E isso por uma razão vem simples: muitos dos atores de agora se preparam para ser protagonistas daqui a dois anos. Por isso, o apoio de agora precisa vir acompanhado das garantiras de compensação. O rol de nomes que adotam esta máxima inclui o governador João Azevêdo (Cidadania), os prefeitos Luciano Cartaxo (PV) e Romero Rodrigues (PSD), e a senadora Daniella Ribeiro (PP).

A conta inclui fortalecer o seu bloco tomando o cuidado para que o do virtual adversário não seja potencializado. Em conversa recente com o blog, o governador João Azevêdo expôs que o partido dele, o Cidadania, tem guardado João Pessoa e Campina Grande para a realização de composições. A sigla não deverá ocupar a cabeça de chapa, mas só vai apoiar quem possa incluir 2022 na conta. Essa máxima praticamente exclui a possibilidade de composição com Cícero Lucena (PP) e Edilma Freire (PV).

Com o PV, por exemplo, a toalha já foi jogada. A lógica para os aliados de João é que a eleição de Edilma, pelos laços de parentesco com Cartaxo, representaria o fortalecimento de um potencial adversário em 2022. O prefeito, inclusive, ao ser questionado sobre o assunto nesta terça-feira (4), se queixou do que teria sido a proposta dos aliados de João Azevêdo. Ele alegou que não faria composição vinculada às eleições para o governo do Estado.

Em relação ao apoio do governador à candidatura de Cícero Lucena, na capital, a conta é um pouco mais complicada. Tem um grupo representativo do Cidadania defendendo uma composição e outro desaconselhando. Para os pessimistas, Cícero nem poderá ser candidato, por ser considerado ficha-suja pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Além disso, mesmo que supere essa barreira, se for eleito vai potencializar a virtual candidatura da senadora Daniella Ribeiro, em 2022.

Esse quadro nebuloso tem feito o governo olhar para dentro, observando o arco de alianças do governo. Entre os pré-candidatos da ala governista há dois deputados estaduais, que são Wilson Filho (PTB) e Eduardo Carneiro (PRTB), além do ex-deputado Raoni Mendes, nome referendado pelo DEM. Dois nomes foram escalados nos quadros do partido para serem indicados como vice. São eles os vereadores Bruno Farias e Léo Bezerra.

Em Campina Grande, o PSD e o PP são sócios no comando da prefeitura. Atualmente, o presidente estadual do PP, Enivaldo Ribeiro, ocupa o cargo de vice-prefeito. O prefeito Romero Rodrigues está terminando a gestão em condições de apoiar o sucessor e tem Bruno Cunha Lima (PSD) e Tovar Correia Lima (PSDB) disputando a indicação. Fazer o sucessor, em Campina Grande, é essencial para Rodrigues na mesma proporção que os Ribeiro apostam em Cícero Lucena para terem sobrevida em 2022.

A cidade também desperta o interesse de João Azevêdo, que tem Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos) e Inácio Falcão (PCdoB) disputando uma indicação do gestor. Há quem veja em uma possível eleição de Ana Cláudia o fortalecimento do senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB), o que pode pesar em uma eventual opção por Falcão. O momento tem sido de pesar os movimentos no xadrez eleitoral. E nesse processo ninguém deslocará suas peças sem levar em conta o futuro.

Lista de pré-candidatos de João Pessoa:

1. Anísio Maia (PT)
2. Bruno Farias ou Léo Bezerra (Cidadania)
3. Cícero Lucena (PP)
4. Edilma Ferreira (PV)
5. Eduardo Carneiro (PRTB)
6. Carlos Antônio Araújo Monteiro (Rede)
7. João Almeida (SD)
8. Julian Lemos (PSL)
9. Nilvan Ferreira (MDB)
10. Pablo Honorato (Psol)
11. Rafael Freire (UP)
12. Raoni Mendes (DEM)
13. Ricardo Coutinho ou Amanda Rodrigues (PSB)
14. Ruy Carneiro (PSDB)
15. Wallber Virgolino (Patriotas)
16. Wilson Filho (PTP)

Lista de pré-candidatos em Campina Grande:

1. Bruno Cunha Lima (PSD)/Tovar Correia Lima (PSDB)/Manoel Ludgério (PSD)
2. Inácio Falcão (PCdoB)
3. Ana Cláudia (Podemos)
4. Arthur Bolinha (PSL)
5. Tatiana Medeiros (MDB)
6. Fábio Maia (PSB)

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    Waslon

    O mais interessante é que nomes (pessoas) se tornam mais importantes do que ideias. O povo não precisa de nomes e sim de ideias. As últimas, quando se transformam em ações, têm o poder de mudar a vida de muitas pessoas.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *