Executivo 9:17

João Gonçalves adota videochamadas para manter frequência em velórios

Deputado conhecido por estar sempre por perto “na despedida” se reinventa em tempos de pandemia

João Gonçalves diz que é preciso tomar cuidado com a pandemia. Foto: Roberto Guedes

A cena é de um velório. De repente, o telefone toca e um dos parentes do morto atende. Percebe que é uma videochamada e que do outro lado da linha está o deputado estadual João Gonçalves (Pode). A pessoa atende a ligação e o parlamentar dá início aos cumprimentos aos presentes. No geral, leva palavras de conforto e ressalta características do falecido, se ele o conhecer. Não raro, faz o discurso de despedida.

Tem sido assim, em tempos de pandemia, que o deputado João Gonçalves tem mantido cativa a fama onipresença nos velórios da Região Metropolitana de João Pessoa. O parlamentar tem 62 anos e, por isso, passou a integrar o grupo de risco da Covid-19. Ele confessa que tem ido a alguns velórios presencialmente, mas não tantos quanto os que ele frequenta por “videochamada”.

Sobre o gosto pelos velórios, ele lembra alguns traços da própria história. Entre eles está o fato de ter nascido no dia 2 de novembro, o Dia de Finados. Na política, ficou conhecido também pela assistência a famílias que perderam parentes. Por conta disso, de forma jocosa, muitas vezes se viu às voltas com o apelido de “Zé do Caixão”, o que parece não incomodá-lo.

Apesar de não ser candidato neste ano, o deputado disse que vai reforçar a candidatura dos aliados no Estado. Ele foi votado em 200 municípios, mas diz ter atuação forte em 20 deles. Tem ido às cidades e garante que respeitando todas as medidas sanitárias de segurança, o risco é pequeno. João diz já ter testado positivo para Covid-19, mas, mesmo assim, mantém os cuidados.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *