Em live, Luciano Cartaxo confirma nome de Edilma Freire para a disputa da prefeitura pelo PV

Prefeito de João Pessoa fez balanço da gestão, ressaltando legado da Educação, pasta comandada até pouco tempo por Edilma

Luciano Cartaxo na live com a professora Edilma Freire. Foto: Reprodução/Instagram

Deu o esperado. O prefeito Luciano Cartaxo (PV) confirmou a professora Edilma Freire para a disputa da prefeitura de João Pessoa pelo Partido Verde. O nome dela era um dos quatro colocados para a disputa, mas desde o início era visto como o mais provável. Dois pontos eram elencados por pessoas próximas como essenciais: o legado de investimentos na Educação na cidade e os laços de parentesco. Este último ponto, no entanto, é sempre negado pelos cartaxistas como essencial.

A apresentação ocorreu durante uma live, que começou com Cartaxo fazendo um balanço da gestão. Ele falou do que foi feito para sanar as contas públicas e investimentos em obras, educação e saúde. A Educação foi apresentada como a área que mais avançou. “Ela (Edilma) fez uma verdadeira revolução silenciosa na Educação de João Pessoa”, ressaltou o prefeito, dizendo ter aprendido com Edilma que “a Educação é a mãe de todos os programas sociais”.

Convidada a falar, Edilma relembrou um pouco da origem dela e o trabalho na Educação. Lembrou também o fato de ter atuado como conselheira tutelar. Disse ainda ter percorrido a cidade para conhecer a realidade das escolas e as condições sociais das pessoas. “Fundamos a maior rede de creches da história desta cidade”, disse, destacando a importância da estrutura para as famílias que precisam trabalhar e deixar os filhos menores abrigados.

Com a escolha de Edilma, os ex-secretários Diego Tavares (Desenvolvimento Social), Daniella Bandeira (Planejamento) e Socorro Gadelha (Habitação) poderão voltar para a gestão. Eles se deixaram os cargos para colocar o nome à disposição para a disputa. Dos três, apenas Diego manteve o silêncio após tomar conhecimento no último fim de semana de que o nome de Edilma Freire tinha sido o escolhido. Restaria apenas a decisão ser tornada pública, o que ocorreu nesta quinta-feira.

Os três ex-secretários que foram preteridos na escolha foram elogiados pelo prefeito. Diego Tavares foi destacado, inclusive, como um nome que foi indicado, em 2018, para disputar a vaga de suplente de senador de Daniella Ribeiro (PP). “Hoje ele ocupa este cargo”, disse. As especulações são de que o ex-auxiliar, inclusive, deve anunciar o rompimento com o esquema do prefeito.

O prefeito, antes do anúncio, se reuniu com vereadores do PV e partidos aliados para pedir o empenho do grupo na disputa das eleições deste ano. A sigla agora parte para a escolha de um nome para a vaga de vice, que deverá sair de um dos partidos aliados.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *