Executivo 14:03

Defesa de Ricardo alega risco da Covid-19 para pedir retirada de tornozeleira

Ex-governador alega que necessidade de manutenção em tornozeleira o obriga a sair de casa e se expor ao risco de contágio

Ricardo Coutinho cumpre medidas cautelares. Foto: Francisco França

A defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) alegou risco de contaminação pelo novo Coronavírus para pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a retirada da tornozeleira eletrônica. A justificativa consta na petição protocolada pela defesa do ex-gestor e que passou pelas mãos de dois ministros (Dias Toffoli e Luiz Fux) sem uma decisão final sobre o assunto.

Os advogados de Ricardo ressaltaram, no pedido, que o ex-gestor cumpre medidas cautelares de recolhimento noturno e uso de tornozeleira eletrônica. Eles alegam que o risco ocorre quando há o registro de algum problema no equipamento e é necessário deslocamento para que técnicos realizem o reparo ou substituição do dispositivo.

De acordo com informações veiculadas pelo MaisPB e confirmadas pelo blog, Ricardo foi apresentado como paciente de risco, “acometido por hipertensão arterial sistêmica e pré-diabetes”. Por isso, a defesa pede que “seja suspensa imediatamente a providência cautelar de monitoramento eletrônico até análise mais aprofundada do Ministro Relator em face da reiterada exposição do Paciente e de seus familiares ao risco de contaminação por COVID-19 devido aos problemas do equipamento”.

Ricardo foi preso em dezembro do ano passado, acusado pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) de ter chefiado uma organização criminosa nos oito anos em que esteve à frente do governo. O ex-gestor cumpre medidas cautelares desde o início do ano, arbitradas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O caso seria analisado pelo presidente do Supremo, Dias Toffoli, porém, ele se averbou suspeito. O caso, então, foi repassado para o vice-presidente, Luiz Fux, mas ele entendeu que o caso não se enquadrava no critério de urgência. Por isso, deixou para o relator da matéria no STF, o ministro Gilmar Mendes.

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    revolta

    isso é a retorica mais se fundamento que já vi. votei nele em quatro eleições e o tinha como probo,porem diante do escancaramento das denuncias criei asco. e ainda tem historia mal contada a permuta da central de polícia com um shopping, o seu irmão a época da enlur. ou seja virou Maluf rouba mais faz. vergonha alguém com um baita salario ainda acumulando com o da UFPB se vê desmoralizado com o marca passo no tornozelo que lhe saiu barato era pra ta na cadeia.

  2. Avatar for Suetoni
    wilson Rodrigues da Luz

    O que é que tem haver a tornozeleira na perna com o coronavírus/19. Esse imbecil já está sobre, condições, que não deveria ter. A não ser que ele, queira uma máscara para esconder a cara, ou seja uma máscara que deixe só os olhos de fora.

  3. Avatar for Suetoni
    wilson Rodrigues da Luz

    O que é que tem haver a tornozeleira na perna com o coronavírus/19. Esse imbecil já está sobre, condições, que não deveria ter. A não ser que ele, queira uma máscara para esconder a cara, ou seja uma máscara que deixe só os olhos de fora.Eu acho que deveriam tirar a tornozeleira, na condição dele voltar para uma cela do presídio.
    É um opção, é só pedir, nesse caso concordo com o pedido.

  4. Avatar for Suetoni
    Plínio Bernardo de Araújo

    Não sabia que tornezeleira eletrônica colocada em criminosos é portadora de transmissão coronavirus19, ou tramissora de algum vírus, acho que quem ficar contaminada por algum vírus vai ser a tornezeleira, porque o maior e mais perigoso vírus e este cidadão que está fazendo uso dela.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *