Legislativo 12:44

Câmara de Bayeux vota quinta-feira cassação de Berg Lima

Apesar de menor, base aliada do prefeito pode barrar cassação de mandato

Prefeito de Bayeux corre risco de ser cassado Foto: Secom/Bayeux

O prefeito de Bayeux, Berg Lima (PL), será alvo nesta quinta-feira (23) de mais um processo e cassação na Câmara Municipal. O presidente da Casa, Jefferson Kita (PSB), marcou para as 9h a votação do parecer da Comissão Processante. O gestor é acusado de ter feito pagamentos de adicionais noturnos a guardas municipais, sem que eles, efetivamente, trabalhassem à noite.

O parecer da relatora da denúncia na Comissão Processante, França (Pode), foi pela improcedência da acusação. Ela foi seguida pelo presidente da comissão, Adriano Martins (MDB). Coube ao vereador Lico (Pode) divergir dos colegas. A votação no plenário, no entanto, poderá desconsiderar o parecer e votar pela cassação do mandato do atual prefeito.

Atualmente, o prefeito tem o apoio de sete dos 17 vereadores da cidade. Para que haja a cassação, são necessários um mínimo de 12 votos favoráveis. O seja, a tendência é a de que o pedido não consiga maioria suficiente para a cassação.

Há pelo menos mais duas denúncias contra o gestor em tramitação na Casa. Uma diz respeito a suposto pagamento ilegal para o recolhimento de lixo na cidade. O outra está relacionada à compra de cones de trânsito, que só teriam sido entregues após denúncia ser protocolada na Câmara. O gestor já venceu um processos de cassação na Câmara, o que o acusada cobrança de propinas para fazer pagamentos a fornecedores.

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    Airton Lira

    Tá igual ao STF
    Nessa de prende e solta …. ele cumpre o mandato até o fim !
    e recebe o seu R$

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *