Vítor Hugo avisa que cinco secretários terão que deixar a prefeitura em janeiro

Prefeito diz não querer ver contaminação política da gestão municipal no ano eleitoral

Vítor Hugo deve disputar a reeleição no ano que vem. Foto: Suetoni Souto Maior

O prefeito de Cabedelo, Vítor Hugo (DEM), anunciou que vai fazer uma reforma administrativa em janeiro. Vão deixar a gestão, ele reforma, todos os auxiliares que tiverem pretensão de disputar cargo eletivo no ano que vem. “A ideia foi pensar em manter o crescimento da cidade. Os secretários que serão pré-candidatos no próximo pleito vão ter que sair, para evitar que as pastas sejam usadas para fazer política”, ressaltou.

Pela legislação, os secretários com pretensões eleitorais poderiam ficar até o início de abril, seis meses antes das eleições. Vítor Hugo, no entanto, acha que isso pode trazer prejuízo para a gestão. A lista de secretários que devem deixar a gestão inclui André Lima (Saúde), André Coutinho (Chefia de Gabinete), Ednaldo Neto (Receita), Marco Brasil (Transporte) e Procon (Francinaldo de Oliveira).

Vítor Hugo diz que não há espaço na gestão para que a política invada as ações municipais. “A cidade de Cabedelo não comporta isso”, ressaltou o prefeito, que deve concorrer à reeleição no ano que vem.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *