Vereador de Areia revela que o filho foi funcionário fantasma da prefeitura

Presidente da Câmara da cidade diz que vai usar vídeo e outras provas para denunciar colega na Justiça

Edvaldo Vigilante conta que filho ganhou sem trabalhar. Foto: Reprodução

O vereador Edvaldo Vigilante, da Câmara Municipal de Areia, teve um ataca de sinceridade nesta quinta-feira (8). Com muita naturalidade, durante assessão deliberativa da Casa, ele admitiu que o filho atuou como funcionário fantasma da Secretaria de Esportes do Município. O parlamentar mirim alegou que o filho foi convocado para trabalhar, passou a receber salário, mas nunca compareceu à secretaria para dar expediente.

“Eu disse que estava errado”, ressaltou o vereador. Uma pesquisa feita por dirigentes da Câmara no Sagres, do Tribunal de Contas, mostrou que o período de salários sem trabalho durou quatro meses. O presidente da Câmara, Neto da Ceral, inclusive, informou que vai levar o caso para o Ministério Público. Ele alega que houve confissão de ilegalidade por parte de Edvaldo Vigilante.

“Estou coletando todas as provas e vou procurar o Ministério Público para relatar este caso”, disse. O blog tentou contato com o vereador Edvaldo Vigilante, mas ele não atendeu  e nem retornou as ligações.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *