Ricardo diz que o PSB da Paraíba precisa de um renascimento

Ex-governador assumiu o comando da Comissão Provisória que comandará a sigla até a realização de novas eleições

Ricardo Coutinho se diz honrado com a confiança da Executiva Nacional. Foto: Francisco França

O ex-governador Ricardo Coutinho disse, em contato com o blog, que o PSB da Paraíba precisa de um “renascimento”. A posição foi exposta pelo ex-gestor no momento em que enfrenta a contraposição do grupo fiel ao governador João Azevêdo, seu afilhado político. Coutinho assumiu o comando da Comissão Provisória criada para substituir Edvaldo Rosas, que deixou o cargo após a “autodissolução” do Diretório Estadual. A mudança foi classificada pelo antigo dirigente como um “golpe na democracia interna do partido”.

“De imediato, te digo que nunca houve nenhuma intervenção e que é OBRIGAÇÃO do partido nomear uma Comissão Executiva quando um Diretório se auto-dissolve. Isso é DEMOCRÁTICO. Também, fiquei muito honrado com a confiança que o partido depositou em mim e na nossa história. Foi UNANIMIDADE e TODOS os membros usaram a palavra, coisa rara em uma reunião desse tipo. O PSB-Pb precisa de um Renascimento. A unidade foi proposta e aceita por mim”, disse Coutinho em mensagem enviada ao blog.

Os integrantes nomeados para compor a comissão provisória foram Ricardo Coutinho (presidente), João Azevêdo (vice-presidente), Veneziano Vital do Rêgo (secretário-geral), Márcia Lucena (primeiro-secretário), Fábio Maia (secretário de Finanças), Valquíria de Sousa (secretária especial) e Edvaldo Rosas (secretário especial). Ela terá prazo de 120 dias até a realização de eleições para a escolha do diretório definitivo. “A decisão dada pela Executiva Nacional é uma solução pela unidade do partido, em reconhecimento ao prestígio das duas principais lideranças do PSB no Estado”, afirma o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.

O governador João Azevêdo revelou ao blog que mantém as posições reveladas em carta encaminhada ao presidente nacional do partido. O gestor critica o que chamou de intervenção no partido e não aceita a saída de Edvaldo Rodas do comando da sigla. Já há lideranças do PSB falando em deixar o partido. O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino foi o primeiro deles.

comentários - Ricardo diz que o PSB da Paraíba precisa de um renascimento

  1. Tiago vilar Disse:

    Só renasce, quem já morreu !!!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *