Executivo 9:02

Diretório nacional destitui Edvaldo Rosas do comando estadual do PSB

Decisão ocorre em meio à disputa pelo comando do partido na Paraíba desencadeada por pessoas próximas a Ricardo

Ricardo Coutinho deve assumir o comando do partido na Paraíba. Foto: Francisco França

O filme não é novo. Vez por outra ocorre na Paraíba. O diretório nacional do PSB decidiu intervir na sigla, no Estado. O passo seguinte será a formação de uma comissão provisória. Com isso, sai Edvaldo Rosas do caminho e abre-se espaço, muito provavelmente, para que o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) assuma o posto. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (16) pelo presidente nacional do partido, Carlos Siqueira. O objetivo ele deixou bem claro: resolver a desarmonia dentro da agremiação. O desentendimentos se estendem desde que Rosas assumiu cargo no governo estadual, nomeado pelo governador João Azevêdo (PSB), no mês passado.

A decisão fez com que os socialistas mais próximos ao ex-governador passassem a defender a saída de Rosas do comando partidário. O consenso, neste grupo, era o de que a função deveria migrar para Ricardo Coutinho. Os argumentos vão na linha de que ele precisaria assumir protagonismo no comando partidário. Com a renúncia da maioria dos diretorianos, convencidos pelos aliados do ex-gestor, o diretório entrou no estágio que os socialistas chamam de auto-dissolução. A comissão provisória, com seus integrantes, será escolhida nos próximos dias, depois de conversa do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, com as principais lideranças da sigla.

Siqueira conversou nesta sexta-feira com o governador João Azevêdo para informar a decisão. O ex-governador Ricardo Coutinho também foi informado. Coutinho comanda, atualmente, a a Fundação João Mangabeira, ligada ao Diretório Nacional do partido.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *