Francisco Seráphico é o mais votado na lista tríplice para chefe do MPPB

Governador João Azevêdo tem 15 dias para escolher o novo procurador-geral de Justiça

O procurador-geral de Justiça da Paraíba, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, foi o mais votado. Foto: Josusmar Barbosa

O atual procurador-geral de Justiça da Paraíba, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, foi o mais votado na eleição realizada nesta segunda-feira (29) para formação da lista tríplice de candidatos a procurador-geral de Justiça no biênio 2019-2021. A lista também é composta por Antônio Hortêncio e Francisco Bergson e vai ser enviada para o governador João Azevêdo.

Ao todo, 198 membros dos 211 aptos a votar participaram do pleito e cada um podia votar em até três nomes entre os quatro candidatos que se apresentaram para o cargo. Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, atual procurador-geral candidato à reeleição obteve 179 votos; enquanto Antônio Hortêncio Rocha Neto obteve 125 votos e Francisco Bergson Formiga teve 117 votos. O outro candidato, João Geraldo Barbosa, teve 44 votos.

Francisco Seráphico da Nóbrega destacou o resultado da eleição e o trabalho desenvolvido nos últimos dois anos pela gestão. “Isso é fruto do trabalho e de muito diálogo com a classe. Fizemos uma gestão equilibrada, tentando buscar o melhor apoio aos promotores, com uma grande organização administrativa e também maior aproximação da sociedade”, disse.

O promotor Antônio Hortêncio também ressaltou que o resultado da eleição foi fruto do trabalho realizado. “Nós tínhamos uma boa expectativa, mas a urna sempre surpreende. O resultado foi melhor do que esperávamos e isso é fruto do trabalho. Nós trabalhamos bastante nesse período e essa é uma demonstração da classe de aceitação desse trabalho”, afirmou.

Já o promotor Francisco Bergson enfatizou a união da chapa. “Eu me sinto muito honrado de participar dessa eleição e ter a votação que obtive. Isso é reflexo da campanha que fizemos, com muita união, mostrando as metas alcançadas na gestão do doutor Seráphico. Fizemos uma chapa e todos saíram vitoriosos com a aclamação da classe”, declarou

O processo eletivo aconteceu das 8h às 16h no Auditório Procurador de Justiça Edgardo Ferreira Soares, no andar térreo do edifício-sede do órgão, no Centro de João Pessoa. A eleição foi feita através de urna eletrônica, cedida pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). Ao todo foram apurados 594 votos, sendo 461 votos nominais, 71 brancos e 58 nulos.

O governador tem 15 dias para fazer o anúncio do novo procurador-geral de Justiça no biênio 2019-2021. Ainda não há confirmação se ele deve respeitar o resultado das urnas. Em entrevista à rádio CBN João Pessoa, em junho, João Azevedo informou que ainda não havia fechado posição sobre a escolha em relação a nomear o procurador mais votado da lista.

Se o governador não efetivar a nomeação nos quinze dias que se seguirem ao recebimento da lista, será investido automaticamente no cargo o membro do Ministério Público mais votado da lista.

Por Angelica Nunes, do Jornal da Paraíba 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *