Executivo 11:26

Em meio à “#VazaJato”, Sérgio Moro se licencia do governo

Ministro da Justiça vai se afastar das funções entre 15 e 19 deste mês para tratar de “assuntos particulares”

Ministro Sérgio Moro vai tratar de assuntos particulares. Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (8) trouxe uma publicação autorizando o afastamento do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, do cargo. A licença vai acontecer entre os dias 15 e 19 de julho e foi liberada por despacho presidencial. O tempo foi requisitado pelo ministro para “tratar de assuntos particulares”. Por meio de sua assessoria, o gestor explicou que o afastamento se trata de uma licença não remunerada e prevista em lei.

“Por ter começado a trabalhar em janeiro, o ministro não tem ainda direito a gozar férias. Então está tirando uma licença não remunerada, com base na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 (Art. 81. Conceder-se-á ao servidor licença, VI – para tratar de interesses particulares)”, informou a assessoria do ministério ao Estadão.

O afastamento ocorre em meio a denúncias tendo o ex-magistrado como alvo. O ministro tem sofrido críticas por causa de mensagens atribuídas a ele e ao coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol. Reportagens publicadas pelo Intercept Brasil e por parceiros como Folha de São Paulo e Veja têm apontado suspeitas de parcialidade do ex-juiz no julgamento de ações da maior operação de combate ao crime da história do país.

Neste domingo (7), o ministro acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) na disputa da Copa América, vencida pelo Brasil.

 

 

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    Antonio Araujo

    uma notícia dessa deixa petistas em extase!
    tadinhos e malaca continua preso.

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *