Executivo 8:16

Solidariedade em meio ao luto não deveria esbarrar em barreira ideológica

Adversários, ex-aliados e amigos se solidarizaram com Lula, mas Bolsonaro silenciou e o filho proferiu ataques

A lamentável morte do neto do ex-presidente Lula, enterrado no sábado (2), provocou muita tristeza entre aliados e apoiadores. Das mais inesperadas fontes vieram mensagens de apoio e solidariedade. De outras, no entanto, apenas o silêncio e a dureza de palavras insensíveis. É o caso do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Apesar de muito ativo nas redes sociais, ele nada disse sobre a questão. O filho, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), soltou cobras e lagartos em relação ao luto do adversário. Uma prova de falta de grandeza de quem chega ao poder. Ele criticou a saída do ex-presidente para acompanhar o velório do neto de 7 anos, morto na sexta-feira (1).

As manifestações de solidariedade vieram de todos os lados. A senadora Daniella Ribeiro (PP) integra um partido que foi base aliada de Lula durante o governo dele. Hoje a sigla faz parte da base aliada de Jair Bolsonaro. Nas redes sociais, ela publicou foto Ricardo Stuckert na qual o ex-presidente é abraçado por aliados e familiares. “Quando a dor do outro não nos comove, não mobiliza na gente solidariedade e empatia, precisamos refletir sobre a nossa humanidade. Ao ex-presidente @lulaoficial e a toda a sua família, meus sinceros e mais profundos sentimentos ph: @ricardostuckert”, disse em postagem nas redes sociais.

Houve mensagem também do senador José Serra (PSDB-SP), tradicional adversário do ex-presidente. Ele manifestou apoio à família por causa do luto após a morte do neto de Lula. Serra foi derrotado pelo petista nas eleições de 2002 e por Dilma Rousseff em 2010. Toda a militância política dele foi em trincheira oposta à do ex-presidente. Algo parecido ocorre com o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Ele era identificado por petista como um adversário no Judiciário. Gilmar ligou para Lula enquanto ele estava no velório e manifestou solidariedade. Ambos choraram bastante, segundo o relato de quem esteve presente no velório.

Da família do presidente Jair Bolsonaro, o único a se manifestar foi o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Ele fez duras críticas ao ex-presidente e ao fato de ele ter conseguido autorização para acompanhar o velório do neto. As posições geraram repercussões variadas nas redes sociais. De um lado, as críticas de petistas e admiradores de Lula ao ato. Do outro, os defensores da família Bolsonaro apoiando as posições expressadas.

A pausa nas guerras para que os adversários enterrem os mortos é milenar. Os gregos e os troianos faziam isso com frequência. Ao que parece, doses diárias de “semancol” viria bem a calhar neste momento para muitas pessoas.

 

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    Firmo Ferreira de Souza

    meus sentimentos à familiares

  2. Avatar for Suetoni
    Firmo Ferreira de Souza

    meus sentimentos aos familiares eu não sou simpatizante do ex presidente Lula. Mas fiquei sabendo que em 2010 ele vetou projeto de lei aprovado pela Câmara sobre incluir nas campanhas de vacinação vacinas entre elas a da meningite que matou o Neto e muitas crianças espalhadas pelo Brasil.

  3. Avatar for Suetoni
    Ademir

    Em se tratando de Lula, um dos sujeitos mais enganadores e mais astuto da história do Brasil; é muito difícil e muito provavelmente impossível, ocorrer sinceridade de sentimentos; mesmo num momento em que deveria ter, como esse do velório do seu neto por afinidade familiar! Portanto, tudo que se diga com relação ao que normalmente, deveria ocorrer sentimentalmente e humanamente, por parte de pessoas não seguidores desse cidadão; soa como hipocrisia; reclamações sem fundamento e sem lógica política/social. Considerando, que ninguém consegue mudar um sentimento adverso, construído em função daquilo que foi apresentado por alguém, em relação a sua personalidade imoral, desonesta e sem escrúpulos, fartamente divulgada e sendo do conhecimento de todos!!! É lamentável; mas é assim que a vida funciona!!

  4. Avatar for Suetoni
    mota

    O que esperar mais de uma senadorazinha que simplesmente em uma das suas verborragias bem recentes – em comissão no Senado Federal, afirmou que seria muito constrangedor ao filho dela se se exigisse dele cantar o hino nacional, ou seja é constrangedor cantar o hino da Pátria que a elegeu senadora !? É muita incompetência ! Êta Paraíba boa !
    O lula não era sequer para estar usando a insígnia de “ex presidente”. Nos envergonha. Como pode um “ex presidente ” ladrão, querendo usufruir das benesses do cargo que lhe serviu apenas para roubar a Nação !? !?
    E então, quantas crianças já morreram e outras estão morrendo neste momento, Brasil a fora, por falta de medicamento – falta provocada pelo surrupio do dinheiro público. Filhos de apenados inclusive ! Oh tempus ! oh costumes !

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *