Daniella diz que não definiu voto para para presidência do Senado e esquece companheiro de partido

Senadora eleita não citou Esperidião Amin, que se já se lançou para a disputa da eleição.

Por Jhonathan Oliveira

A senadora eleita Daniella Ribeiro (Progressistas) disse nesta quinta-feira (17) que ainda não sabe em quem votar na eleição para a presidência do Senado, que acontece no dia 1º de fevereiro. Em nota, ela afirmou que isso vai ser discutido pelo partido. O que chama atenção é que Daniella, futura líder da legenda, esqueceu de citar que o Progressistas já tem um nome colocado para a disputa, que é o senador eleito Esperidião Amin, de Santa Catarina.

“Ainda não tenho definição sobre esse assunto. O partido vai se reunir na última semana de janeiro para discutir, só então teremos um posicionamento”, pontuou Daniella. A senadora disse que a essa reunião foi tratada com o presidente do Progressistas, o também senador Ciro Nogueira. “Não temos pressa em definir, o que mais importa é termos uma posição coerente com a história do Progressistas”, afirmou.

Além do ‘esquecido’ Amin, a eleição para a presidência do Senado deve ter ao menos mais cinco concorrentes. O favorito é o alagoano Renan Calheiros (MDB), que se vencer a eleição vai comandar a Casa pela quinta vez. Para fazer um contraponto ao emedebista, o governo lançou o nome de Major Olímpio (PSL-SP). Também estão cotados Davi Alcolumbre (DEM-AP), Alvaro Dias (Podemos-PR), Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Simone Tebet (MDB-MS),que seria uma alternativa ao nome de Renan.

3 comentários - Daniella diz que não definiu voto para para presidência do Senado e esquece companheiro de partido

  1. Ora, vamos! Para fazer frente aos desmandos do cheio de dúvidas da Presidência da República, só um político de força e que conhece o Regimento do Alto Clero (Senado Federal) como a palma de sua mão. E em especial a Constituição Federal e as normas vigentes. Ele certamente não focará engasgado com os lobos do PSL e a trupe que se instalou no Planalto, que pela manhã diz uma coisa e logo mais na hora do lanche desmancha tudo o que foi dito pelo Sr. Presidente. Que horror! Fui Consultor Legislativo do poder Legislativo durante 41 anos e jamais vi uma coisas dessas. O maior mandatário da República anunciar uma medida e logo mais em meia hora vir um auxiliar seu e desdizer tudo o que foi afirmado. Isso só está acontecendo por falta de pulso e do Presidente afirmar: Quem manda aqui sou eu e pronto.

  2. Francisco da Silva Disse:

    Marcelo Freixo(PSOL-RJ) também é candidato.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *