João empossa secretariado nesta quarta e assina decreto que reduz a ‘conta de luz’

Isenção de ICMS para quem consome até 90 kw/h foi promessa de campanha do PSB neste ano

Governador vai reunir o secretariado para discutir metas já nesta quinta-feira. Foto: Divulgação

O governador João Azevêdo (PSB) anunciou para esta quarta-feira (2) as das primeiras medidas do governo. Ele vai dar posse ao secretariado e, em seguida, assina o decreto que concede isenção de ICMS para quem consome até 90 kw/h. A proposta foi apresentada ainda durante a campanha política e, na prática, retira o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços das contas pagas por consumidores de baixa renda. O anúncio foi feito durante a posse dele e da vice, Lígia Feliciano (PDT), nos cargos de governador e vice, respectivamente. Ele prometeu colocar em prática outras medidas ainda na primeira gestão.

Mais de 500 mil pessoas devem ser beneficiadas com a isenção, de acordo com previsão do governador. Ele também explicou que para ter acesso ao benefício, a família que se encaixar no perfil da medida vai precisar procurar a Energisa e comprovar as condições. A medida diária de consumo de quem vai ser beneficiado com o benefício é de 3 kw/h de energia por dia. O governador não deu detalhes de que outras medidas serão implementadas a partir desta semana no Estado.

João Azevêdo explicou que vai realizar a primeira reunião com o secretariado nesta quinta-feira (3). A diferença de outros encontros é que, neste, haverá a cobrança da definição de metas por parte dos gestores. “Alguns setores passarão por reestruturação e estabelecimento de metas para cada secretaria para que a gente possa manter a avaliação dentro da governança eletrônica que nós estamos implementando para o Estado”, destacou, prometendo a adoção de medidas para a reestruturação do governo.

O governador disse ainda que não haverá programação especial para os 100 dias de governo. “Haverá, sim, algo para marcar, mas a definição de metas é para 4 anos”, disse João. Outro ponto ressaltando pelo socialista é que as metas estabelecidas serão metas trimestrais para cada secretaria. “E nós faremos o acompanhamento pontual de cada projeto que estiver em execução”, acrescentou.

2 comentários - João empossa secretariado nesta quarta e assina decreto que reduz a ‘conta de luz’

  1. Tiago Vilar Disse:

    Haverá sim redistribuição de ICMS. Alguém pagará esta conta, muito provavelmente, a classe média. As famílias terem de comprovar baixa renda, junto à Energisa, me parece um absurdo total.

  2. Gilmário Disse:

    Política populista que custará a alguém, do jeito que comunistas como vc adoram. Mas isso vc não diria jamais….

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *