Coligações: João Azevêdo e Lucélio Cartaxo carreiam alianças e isolam Maranhão

Saldo das convenções mostra João com apoio de 14 partidos e Lucélio com 12 para a disputa

Chapa encabeçada por Lucélio Cartaxo vai para a disputa com 11 partidos. Foto: Marcelo Lima

O saldo das convenções partidárias mostrou que ter aliados poderosos na composição partidária vale mais que “dinheiro na praça”. De um lado, o palanque construído pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) para abrigar João Azevêdo, do mesmo partido. Do outro, uma junção dos prefeitos de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), e de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), para abrigar Lucélio Cartaxo (PV). O primeiro arregimentou 14 partidos para a disputa eleitoral, o que deve representar em torno de 3 minutos e meio no tempo de TV. Já o segundo, terá 12 partidos e pouco mais de três minutos no guia.

Chapa com João Azevêdo, Veneziano Vital, Luiz Couto e Lígia Feliciano vai contar com 14 partidos na base aliada. Foto: Divulgação/PSB

Espremido entre as duas estruturas políticas, o senador José Maranhão vai para a disputa com apenas dois partidos no apoio e menos de dois minutos de TV. João Azevedo terá PSB, PDT, PT, PTB, PRP, DEM, PCdoB, PPS, Avante, PROS, PRB, PMN, Podemos e Rede na sua base aliada. Já Lucélio Cartaxo terá PV, PSDB, PP, PSD, PTC, PRTB, SOLIDARIEDADE, DC, PSL, PPL, PSC e PHS. O senador José Maranhão terá apenas MDB, PR e Patriotas na base de apoio. Com dois partidos vai para as urnas o candidato do Psol, Tárcio Teixeira. Ele fechou com o PCB. Conta também com a Unidade Popular (UP), mas a sigla ainda está em formação.

José Maranhão terá apenas o PR e o MDB na base para a disputa eleitoral deste ano. Angélica Nunes

Não é possível traçar uma relação que alinhe estrutura partidária com vitória certa nas eleições. A história não é tão cartesiana assim quando se fala das disputas. Há sempre uma margem para surpresa, porém, são bem poucos os exemplos em que Davi dá uma surra em Golias. Os vencedores, em geral, são os que possuem maior estrutura. O quadro é sempre difícil para quem não tem como colocar exércitos para pedir voto. A campanha, no entanto, está apenas começando.

 

Veja a composição das chapas:

 

Coligação PSB, PDT, PT, PTB, PRP, DEM, PCdoB, PPS, Avante, PROS, PRB, PMN, Podemos e Rede

Governador: João Azevêdo (PSB)

Vice-governadora: Lígia Feliciano (PDT)

Senadores: Luiz Couto (PT) e Veneziano Vital do Rêgo (PSB)

 

Coligação PV, PSDB, PP, PSD, PTC, PRTB, SOLIDARIEDADE, DC, PSL, PPL, PSC e PHS

Governador: Lucélio Cartaxo (PV)

Vice-governadora: Micheline Rodrigues (PSDB)

Senador: Cássio Cunha Lima (PSDB) e Daniella Ribeiro (PP)

 

Coligação MDB, Patriotas e PR

Governador: José Maranhão (MDB)

Vice-governador: Bruno Roberto (PR)

Senador: Roberto Paulino (MDB)

 

Coligação Psol, PCB e UP

Governador: Tárcio Teixeira (Psol)

Vice-governador: Adjany Simplício (Psol)

Senador: Nelson Júnior (Psol) e Nivaldo Mangueira (Psol)

 

PSTU (sem coligação)

Governadora: Rama Dantas (PSTU)

Vice-governador: Emanoel Candeia (PSTU)

Senador: Nenhum anunciado.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *