PSD fica com Lucélio, mas não tem compromisso com toda a chapa

Partido nega especulações sobre convite de Ricardo Coutinho e, entre os senadores , só garante apoio a Cássio

O deputado estadual Manoel Ludgério nega contato de Ricardo Coutinho. Foto: Roberto Guedes

O PSD não vai deixar a base aliada do pré-candidato ao governo, Lucélio Cartaxo (PV). As garantias foram dadas pela presidente estadual da sigla, Eva Gouveia, e pelo deputado estadual Manoel Ludgério. A decisão foi anunciada em meio a especulações de que o governador Ricardo Coutinho (PSB) teria oferecido a vaga de vice, na chapa de João Azevêdo (PSB). O partido foi o primeiro a assegurar apoio a Cartaxo, que esteve filiado à sigla até os primeiros meses deste ano. A disposição de manter o apoio permanece a mesma.

A permanência na base aliada, no entanto, não quer dizer exatamente apoio a todas os integrantes da chapa. Ludgério diz que além de Lucélio, apenas Cássio Cunha Lima (PSDB) tem apoio garantido do partido. Não há compromisso com o segundo nome que eventualmente seja lançado na chapa as oposições. No radar dos nomes com quem os pessedistas dizem não ter compromisso estão Daniella Ribeiro (PP) e Manoel Júnior (PSC).

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *